27 de setembro de 2015

A Donzela da Escuridão


" A minha mente é um verdadeiro labirinto de rabiscos mal escritos. Sou prisioneira, de algo que você não pode entender. Posso parecer uma pessoa doce e bondosa. Posso sussurrar doçuras no seu ouvido. Mas não queira saber quem hábita no fundo da minha mente. Há algo escondido na escuridão. Ela me observa, ela me diz o que falar e como falar. Sou uma marionete em sua mão. Ela me move, e me leva para aonde ela quer. Ela tem veneno nos lábios. 
Eu tinha um coração bom. Eu tinha sonhos bons, eu queria conquistar o mundo. Eu queria ajudar, e está ao lado de todos que precisassem de mim. Mas ela veio e me contou histórias, ela  veio de fininho e foi me seduzindo. Ela vendou meus olhos, e costurou minha boca. Ela pintou minhas unhas de vermelho. Ela pintou meus cabelos de preto da noite. Ela me vestiu com um vestido branco. Me dizia: " Tu serás a minha noiva." No grande dia, ela veio vestida de preto. Armada com um escarpin preto, com o solado vermelho. A escuridão observava, ela me levando ao altar. Tentei mover minha boca, mas as linhas que ela costurou, ficaram mais apertadas. Ela me olhou, e sorrio de modo malicioso. No altar não havia nada, mas dava para ver a escuridão se formando em nossa volta. Ela se vestiu com a escuridão, e o meu vestido branco, já estava da cor da noite. Algumas gotas do branco, ainda se recusava em sair. E então ela aproximou seu rosto, dava para sentir o cheiro doce do seu perfume. Me deu um beijo na boca, minha espinha se arrepiou. A minha guarda está quebrada, meus pedaços estavam pelo chão. Então tudo foi engolido pela noite. 
Acordei, com o barulho do despertador. 
Suspirei por ter sido apenas um sonho. Notei que eu estava suada, foi apenas um pesadelo pensei. Tomei uma ducha, e estava me preparando para enfrentar mais um dia. Quando voltei para o meu quarto, ela estava sentada lá. Sentada na minha cama, bem na minha frente. O quarto estava frio, minha voz não saia. Olhei para o espelho notei os fios costurados na minha boca. Pelo espelho vi o meu quarto sendo engolido pela escuridão, em quanto ela se aproximava devagar. Há apenas um centímetro da minha boca, ela sussurou: " Você é Minha". Meus olhos entravam em contato com os delas, e eu percebi... Aquilo tudo foi real, ela não vai me deixar. Fizemos um pacto, eu á aceitei. Ela não vai ir embora. Em um piscar de olhos, tudo sumiu. Minha voz ainda não saia, eu sentia o quarto me esmagar. Fui beber um pouco de água, suspirando aliviada. Me convencendo que tudo foi apenas uma alucinação. 
Uma fita vermelha saiu das minhas veias, com a seguinte frase: " Tu és minha, para sempre ". 

Autoria: Lua  
( Continua* se alguém gostar do texto. )


---------------------------XX-----------------------------

Boa noite butterflies....

Peço desculpas pelos rabiscos, mas minha mente tá uma bagunça. Andei tendo dificuldade para escrever porque toda hora alguém me incomodava. :// 

Nesses últimos tenho me isolado. Não sei bem explicar, o que houve comigo. Não sei dizer se é tristeza, ou uma imensidão de absolutamente nada. Em relaação a dieta, ando até surpreendentemente bem. Tenho comido menos, e bebido mais água. No sábado e hoje, decidi comer normalmente mas com um certo limite de alimentos. Mas amanha eu retomo a dieta normalmente. Além disso estou pensando em um sistema de meta por semana. Ainda estou elaborando como vou fazer. Por enquanto estão apenas nos papéis.  Estamos quase em outubro e falta muito pouco para terminar o ano, se eu não terminar o ano me sentindo bem com o meu corpo, não vai dar muito certo não. Ando tendo muito dor de cabeça. E meu nivel de estresse está nas alturas. Nasceu umas bolhas no meu dedo, e eu andei pesquisando que pode ser estresse. Vou tentar, me acalmar. Agradeço pelos comentários meninas, vocês são uns amores

Abraços da Lua 

8 comentários:

  1. É surpreendente como sua escrita é profunda!
    Querida, boa sorte com a dieta e a meta da semana.

    ResponderExcluir
  2. A hina adorou sua linda expressão, espero q continue pois sabe q estou a lhe acompanhar ^^.. tão lindo e profundo qntos as viagens q tenho em sua playlist <3
    Lua- chan vc coonseguirá, somos fortes neh ? estou a repensar isso em minha mente até o dia q possa ser vdd e ngm veja tristezas em nós :3 minha pequenina <3<3 *abraço da hina*

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lua!
    Uau! Adorei o que escreveu, sinceramente! Espero poder ler mais em breve :)
    Às vezes, quando me sinto realmente triste, acabo por me isolar. Simplesmente vou ficando sem vontade de falar com ninguém, sabe? Talvez seja isso o que acontece contigo, mas seja o que for, espero que fique tudo bem.
    Faça alguma atividade que seja agradável para ti, dançar, ouvir música, caminhar ao ar livre, qualquer coisa assim. Pode ser que te ajude a relaxar e mandar para longe o estresse.
    Beijinhos e cuide-se!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana, muito obrigada.
      Estou tentando ultimamente tem sido derrubada pelo sono. '-'
      Obrigada novamente.
      Abraços da Lua =.=

      Excluir
  4. Preciso de um pouco desse seu talento para escrever, como sempre você impressiona, parabéns *-*
    Boa sorte com a dieta, um pouco de calma e vai dar tudo certo <3
    Um abraço .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ôh minha querida, eu não acho que tenho talento. Para ser sincera, nunca valorizo as coisas que eu faço. Meu boy se irrita fácil, quando o assunto é esse. Se eu faço um bolo pra ele, eu digo que está ruim. Não tenho uma perspectiva boa quando o assunto é " eu que fiz ".
      Mas obrigada. <3

      Excluir

Gentiliza gera gentileza, por favor respeite meu diário. Deixei seu nome e o do seu blog, que lhe faço uma visita assim que puder.
Obrigada <3