31 de janeiro de 2016

4 paredes


Quatro paredes.
Eu e ela, no mesmo lugar. 
No momento, só ela pode retirar esse peso de dentro do meu coração.
Eu tiro minha roupa ( calça leggin e um camisetão).
Sento na cadeira de palha, e retiro ela de dentro do meu esconderijo.
Observo ela pelo brilho da luz branca do banheiro.
Escolho alguns fendas de outras cicatrizes anteriores.
Um... Dois... Três....Quatro....Cinco... 
Algumas lágrimas insistem em aparecer.
Então uma descarga de ódio vem sobre mim.
Seis...Sete...Oito....Nove....Dez...
Várias imagens aparecem dentro da minha cabeça. 
Há essa altura, minha respiração está acelerada. 
Mais lágrimas, e eu penso o porque eu ainda estou nessa merda de planeta.
Onze... Doze...Treze....Quatorze...Quinze...
O sangue escorre até as palhas enroladas da cadeira.
Coloco um pano embaixo das coxas.
Peço desculpas por machuca-las dessa forma, mas só elas aguentam o ódio.
Dezesseis...Dezessete...Dezoito...Dezenove...Vinte....
Lembro de tantas vezes que me prometi não fazer mais.
O pano já está encharcado, e a dor do peito ainda lateja.
Sinto como se uma faca me esfaqueace por dentro.
Cambaleio até o box, e ligo o chuveiro.
O cheiro de ferrugem do sangue, e água está vermelha com nuances de rosa.
Me seguro no box, pois não tinha comido direito.
Não me importo com mais nada, nem sangue, nem dor, nem ódio. 
Água do chuveiro, se mistura com ás lágrimas.
Então finalmente saiu do box.
Faço um curativo, pois ainda está sangrando.
Visto minha roupa, e escondo minha amiga/inimiga. 
Respiro fundo, e saiu do banheiro.
E no fim do de cara com a minha mãe...então finalmente digo:
" Oi mãe. "
O segredo é saber fingir que está tudo bem. Ela acha que está tudo bem. E não será eu, que vou contar nada. Enquanto ela fala sobre as plantas, e alguma coisa sobre a minha tia. E eu estou sangrando, fingindo ouvir o que ela está dizendo.

L.

29 de janeiro de 2016

Organização & Controle


" A depressão é um efeito colateral de se estar morrendo. " - A culpa é das Estrelas

Bom dia.
Aproveitei a insônia que caiu sobre mim está madrugada. E dei uma carinha nova pro blog, e deixei mais claro o outro ( garotas de vidro). Para quem é novo no meu blog, eu gosto de mudar de tema de acordo com meu humor. Adicionei 3 páginas no final do blog " Página Inicial/ Desígnio ( que é aonde se encontra meus objetivos, e medições)/ e o link para o outro blog. Futuramente vou escrever minha história com a Ana & Mia também. Então quem quiser acompanhar o meus fracasso futuros acertos, vai está lá no final da página. 
Também gostaria de dizer que estou mais controlada. Parece que a dieta e modo de vida, está voltando pros eixos novamente. Me sinto até mais desinchada. Tenho comido mais frutas, mas menos proteínas. E os níveis de carbo estão me irritando novamente. Então resolvi corta do café da manhã os pães branco ( já comprei outro pão), o problema da massa branca, é que eu gosto dela. Então não tenho controle. E tenho bebido mais água, só estou em falta com os chás. Mas creio que terei resultados melhores daqui em diante. 
Ah, antes que eu me esqueça. Percebi que tem algumas Anas e Mias, que tem dificuldade de montar cardápio com lfs baixos. Vou abrir uma page chamada " Cardápios da Lua " vou postar sempre que puder. Acho que vai ajudar quem precisa. 
O meu humor continua horrível, ainda choro pelo cantos. E isso me irrita, demonstra fraqueza, instabilidade, e me consome. Mas é o que está acontecendo, a realidade dói, mas liberta. Não sei como vou melhorar, mas... Agradeço cada uma que comentou no post passado, obrigada!! Vocês sempre tiram um tempinho pra me animar. Obrigada de verdade!! <3


L.

25 de janeiro de 2016

Fracassos da vida



"Eu sou cicatriz, eu sou a ferida, eu sou á magoa. "- Oriente 



Boa noite. 
Quem dera fosse, uma ótima noite. Ando estressada, e com uma preguiça enorme de vir aqui. Isso é bem esquisito, pois gosto de escrever. Mas o único tem carregado o peso das minhas palavras é o meu diário. Ainda não vim trazer um resultado se quer do meu auto desafio. Porque sim, sou uma fracassada rídicula. Não vou encher meu blog de mentiras, e viver uma vida que não existe. Sou gorda, e isto é um fato. Aprendi que é sempre melhor contar a verdade. Eu e minha mãe, estamos nos bicando por causa de " comida ". E vai piorar, vou aprender a ficar sem comer, com ela em casa. Tô pouco me lixando para o que ela vai dizer. Estou verdadeiramente cansada, de pensar sempre nos outros, e eu fico de lado. Me sinto manipulada, por ela e suas irmãs. Provavelmente no começo do mês de março irei viajar. Eu e minha mãe, e o meu " avô " vamos resolver uns negócio sobre o túmulo da minha vó. Detesto isso. Mas não gosto de deixar ela sozinha. Já estou sofrendo por antecedência. Espero pelo menos ir com alguns quilos á menos. Continuo me machucando, e aquele corte feio, ( lembram? ). Fez um cicatriz horrível, todos os dias eu cutuco ela. Mas no fundo não me importo... Depois deste mês vem o tal psiquiatra, que o boy quer que eu vá. Se estou com medo? Sim. Mas é necessário, fiz uma grande merda em me abrir com ele. Minha cabeça pisca, a palavra morte, como luzes de natal. Bom, espero que no próximo post eu esteja mais magra. Porque no momento é tudo que eu quero.

Obs: Amanhã leio todos os blogs que sigo, não esqueci de vocês! 

L. 

22 de janeiro de 2016

Enjoos da vida



Que sensação é essa que você não tem fala, e apenas senti uma dor forte no estômago. Será medo? Preocupações? Não sei dizer, mas ela tem me acompanhado durantes esses dias. Ando de um lado para o outro, sem entender nada. Flutuo de um lado para o outro, e o que encontro é um vazio detestável, porém acolhedor. Depois de tanto tempo acostumada com a solidão, ela já faz parte de você em todos os sentidos da vida. Você não á aceita, você simplesmente se acostuma. E é isso que tenho feito. 
É tão esquisito isso... Tanto quanto andar de um lado para o outro na casa escura. Escutando o ranger da casa, pensando que talvez seja uma fantasma que veio me visitar. Tem sido dias difíceis, desde o acontecido. E pelo que vejo, ainda vai ser. É odioso, vir aqui e escrever coisas tão negativas. Mas, é o que sinto, é o que sou, e isso não vai mudar. 
É como se eu tivesse um tipo de obrigação. Nós deveriamos ser os donos da nossa própria vida, mas não, não somos. Se fosse pra escolher, do fundo do coração, eu preferia não existir. Pensar na minha existência, me faz querer vomitar. Não gosto, não acho que faço parte disso tudo. Sou como um pedra, encalhada na beira do mar. Nem vai pra areia, e nem vai pro fundo do mar. E isso me machuca, viver me machuca, sentir tudo isso, e não poder fazer nada me machuca. Estou realmente cansada, é tanto esforço, tanta energia gasta em " tentar ". Que sinto-me esgotada, em todos os sentidos. Minha mente gira em torno, de peso, dor, mágoa, angústia, raiva, nojo, tristeza, solidão, abandono, dor e mais dor. E não há nada que possa fazer isto sair de mim. Nem remédios, nem médico, na.da! 
É apenas empurrar até aonde der. Se não der, então chegamos no fim da linha. Então não tem mais nada, que me prenda neste maldito lugar. Talvez, assim eu encontre a verdadeira paz. Porque a deste mundo, não me pertence. 

 ' Kill me ... ' 
L. 

20 de janeiro de 2016

A morte me abraça



' Eu não sou daquelas que acha que vida vai ser cor de rosa. Que vou me casar, e ter 2 filhos. Uma menina, e um menino. Que meu marido vai ser um empresário de sucesso, e eu vou ficar no meio de pessoas da alta sociedade. ~ 
Pelo contrário. Tudo que eu sempre quis foi uma vida ' normal ' com, sentimentos e pensamentos normais. Nada de contar calorias. Nada de cortes. Nada de Ana. Nada de Mia. Nada de neura. Nada de depressão. Nada de pensamentos suicidas. Mas, como todos dizem: ' Querer não é poder. ' Eu sou isso aí, uma pessoa quebrada. Uma menina/mulher errada, destruída. Desde pequena minha meus pais viram que sou um erro, um erro grave, que não pode ser revertido. Ela me deu para sua irmã, porque o fardo de olhar pra minha cara era difícil. Eu disse para palavra ' deu '. Mas ela não é um monstro. Eu entendo ela, e nem sinto ódio, nem raiva, nem mágoa. Olho para o espelho e vejo, um nada. Uma pessoa com nada dentro, vazio, silêncio. Eu sei que algumas pessoas vão dizer: ' É drama dela, vai lá ver, deve está rindo nesse momento, é frescura.' Quem me dera fosse. Quem me dera poder dizer, que tudo isso que escrevo, com um buraco no lugar do coração. Fosse mentiras. Mas não é, nem em meus sonhos. O tempo está passando, e coelho já passou apressado por mim 4 vezes. O buraco aonde me enfiei está me sugando para o inferno na terra. O que é que se pode fazer por uma pessoa totalmente errada? Nada. Apenas esperar a morte vir me buscar. Não se preocupem, não é uma carta de suicídio. Não teria coragem de escrever algo aqui, e me matar em seguida. Se eu fizer ( vou fazer)  eu apenas vou sumir. E aí saberam que a Lua se apagou por completa. O que posso dizer é: ' Está frio aqui, e eu estou sozinha. O que eu posso fazer, se a vontade de ir é maior do que á de ficar? Será que sou obrigada a aguentar o peso da vida? Ela vai continuar a me esmagar até quando? A Lua, não é mais a mesma. E nem as estrelas, ela está se apagando... Eu me pergunto, o que será que vai acontecer, se ela se apagar por inteira... "

Diga-me que vai ficar tudo bem... 

L.

17 de janeiro de 2016

Elogios/Mentira



Okay, vamos as novidades e alguns comentários escrotos que ouvi na festa de ontem... 
Bom, ontem de uma hora pra outra a minha tia e minha mãe, resolveu me foder. Literalmente, elas do nada, resolveram fazer churrasco. ( valeu universo... ) Eu disse pra minha mãe: ' Poxa mãe, bem quando começo minha dieta? kct!' (sou boca suja, sim) Daí, eu disse: ' Não sou obrigada á Nadaaaaaa' Ainda conversei com a Marie, e disse que ia fazer um puta esforço pra não lascar tudo. E fiz! Urrul! Graças á uma dor que nem sei de onde veio, comi pouco, dancei muito, sendo que neste dia fiz caminhada. Suei horrores, que até os cabelinhos da nuca ficaram encaracolados. Geral, me elogiando dizendo que estou magra (Mentira¹) dizendo que eu estava bonita. ( mentira² ) A C. insistiu para eu usar o batom novo da avon, o ' ameixa ' eu fiquei meio estranha de ínicio. Mas até que eu gostei, ele é bem escuro. Ou seja, tenho um novo preferido. Mas sobre eu estar magra? Ah, me poupe, sério? O que esse povo tem em mente sobre magra? ( nada na minha opinião, porque magra é 45 kg ) 
Ontem eu vi a mulher do meu primo, e cara ela está muiiiiiiiiiiiiiito magra. Mas tipo, muito! Eu abracei ela, e só tinha ossos. E eu tipo: ' Anwn.' Só não fiquei horas abraçando ela, porque ela ia dizer que sou louca, ou tarada. kkkk. Tadinha. ( sou mesmo kkk
Mas enfim, o churrasco foi tranquilo. Ainda queimei umas boas calorias, no minímo umas 600 por aí. Hoje vou dar um perdido nas pessoas. E vou ficar sem comer. A novidade é que já fiz um plano pros próximos 20 dias. Espero  não ter problemas, com essas ' comemorações ' inusitadas. Mas acho que não, a maioria das minhas tias volta a trabalhar daqui á alguns dias. Outra coisa boa/ruim que fiquei doente de ontem pra hoje... Minha garganta está inchada (momento oportunista) assim não posso comer nada sólido pelo menos. Estou animada para os próximos dias, espero fazer tudo de modo perfeito. 
E por fim, meu humor continua ruim/e bom ás vezes. Ontem ele não me impediu de dançar, mas me jogou na cama depois,  e me impediu de sair de lá. Mas meu boy, ficou de olho em mim e ainda dormir com um comentário: ' Nossa, você muda de humor muito rápido.' Pois é. Ele grudou em mim, por medo de eu me machucar. Achei fofo da parte dele, ás vezes penso que tirei a sorte grande por ter alguém que pelo menos tem ele para se preocupar. 

Beijos da Lua :*


12 de janeiro de 2016

Mundo Caótico



" Me olho no espelho e não entendo o que eu sou. Uma menina/mulher rosto cansado, mente cansada, que se arrasta. Fico o dia todo sem pentear o cabelo. Raramente faço as unhas. Estou deixando me abater, deixando o sentimento de fracasso me dominar. E isso é perigoso. No ano passado fiquei parada neste vício de fracasso por tanto tempo. E olha aonde estou... No mesmo sentimento de novo. Aquela animação sumiu, aquela força sumiu, a ladra voltou. Gotas de lágrimas cai sobre a camiseta velha de ficar em casa. Migalhas de desespero estão por todo lado. Ela senta e tenta conversas, tenta me fazer entender, que ela pode ser aliada da Ana. Mas me nego á crer nisso, me nego a crer. Quando as duas se junta, me machucam. Estou tão cansada de ver essa imagem no espelho, de ver essa gorda nojenta ali, me olhando. Eu sei que posso mudar, eu sei que esse ano posso perder os quilos que preciso. Sei que posso conquistar as metas que preciso. É tudo tão ruim, tão difícil. Você come, a comida te olha, você olha de novo. Você pensa, ' dane-se ' isso não vai mudar nada mesmo. Mas depois, você corre e mia tudo. Fico chorando no banheiro, esmurrando a prórpria barriga. Mas a mia não pode te ajudar, ela é como a ladra, te suga de dentro pra fora. 
Mas ontem eu cheguei em uma conclusão: ' Ou você é, ou você não é. ' Sou uma pessoa muito sincera, não vou ficar mais empurrando as coisas com a barriga. Não fiz promessas, além daquela de ir resolver algumas questões com um psicólogo ( que já estou providenciando). Mas não vou ficar me iludindo de novo. Eu tenho um prazo, e tenho duas metas. É tão rídiculo. Eu já deveria estar lá, porque eu sei o segredo. Eu já estive lá, e hoje estou aqui... Escrevendo palavras desconexas, palavras sem sentido. Mas é isso que acontece com alguém tão deprimente como eu. 
Por isso riscos vermelhos brotam na minha pele. Por isso, que minha vida se resume, em estar mancando. Por isso, que não tenho amigos. Por isso, que a solidão é melhor que a multidão. Por isso, que ninguém fica. Por isso, que eu também não fico. Por isso, que eu sou nisto. Por isso, que em quanto você lê isto, provavelmente novos riscos, se formaram em mim.... " 


9 de janeiro de 2016

Estão tentando me tirar de casa



Olá... 
Todos estão querendo me tirar de dentro de casa. Mãe, marido, tias, pai, o mundo, o universo. Mas nada me faz sair deste quarto. É mais seguro aqui! Hoje eu até dei uma pensada, comprei 3 shorts, porque não uso um biquini de jeito maneira. Mas eu decidi no mercado mesmo.  EU NÃO VOU! Meu humor está péssimo. Ontem meu marido e meu primo estavam jogando no video game futebol. E eu me irritei com a presença do meu primo. Saí de casa e fiquei sozinha no corredor com a cachorra. Isso é normal? E tipo, eu amo meu primo. É um dos primos mais legais que tenho. E eu agi dessa maneira! E tá todo mundo querendo que eu vá, mas não consigo. Eu até gostaria de ir, mas não consigo!!! Quando cheguei em casa chorei no sofá. Porque, porque... Porque não consigo, simplesmente não consigo. :// Estou imensa, me vejo imensa. Não quero ficar perto dos meus parentes, encher o rabo de cachorro quente. E fingir ser uma coisa que eu não sou! Eu não quero isso... E vai ser mais difícil manter a boca fechada lá. Então...
Amanhã eu decidi de ultima hora, foi agora mesmo... fazer a dieta ABC- Modificada. É apenas para ter um certo limite das calorias. E a meta é comer abaixo do que está pedindo. Meu intestino tá muito preguiçosa, ando enjoada, e com dores de cabeça. ( Não estou gravida, não tem possibilidades pra isso). Talvez seja algo com meu humor, na hora que eu chorei... Eu corri direto pro banheiro. Quando fico nervosa me da uma dor estranha, é tipo instantâneo sabe..  
Vou abrir á abinha de ' Calorias de Janeiro ' por causa da dieta. Não vou deixar passar mais um ano, com esse corpo nojento. Vi tantas magras hoje, que eu me senti uma vaca nojenta. Ou emagreço, ou acabo logo com essa merda de sonho. Porque meu marido merece pelo menos uma mulher magra. Controle e foco, é tudo que eu preciso!! 
Beijos da Lua

7 de janeiro de 2016

Dias normais




Boa tarde. 
Me diz o que foi que eu fiz pra merecer esse calor dos infernos? Senhor, me traga neve, gelo, inverno, mas esse calor não. Plis >< ! 
Toda vez que começo pegar firme em ficar de boca fechada. Parece que estou com um treco ruim no corpo, tudo me irrita, eu fico seca como o deserto. Gosto de ser assim? Não! Nenhum um pouco, porque nessas horas você da patatada, age de modo indiferente. Até a munhequeira que uso para esconder os cortes de alguns meses passado, tá me irritando demais. E com o calor, é pior. Ainda bem que falta uns 20 dias para a próxima menstruação ( santo app que me diz quando vai descer ). 
Hoje fui numa banca de jornais, e fiquei folheando algumas revistas. Aquelas que tem suco e dietas que diz que você pode perder 5 kg em 15 dias algo assim. Depois, vi um daqueles negócio onde colocam os livros de bolso. Olhei todos, um por um. E devia ter uns 140 livros rsrsrs, eu tinha tempo. E escolhi um que custou R$ 21,00 eu achei meio salgado. Mas... é melhor do que ficar olhando pra televisão e comendo tudo o que vê. Comprei  O fantasma da Ópera de Gaston Leroux, nunca vi o filme. Alguém já leu?
A minha alimentação está entrando nos eixos. Ainda não fiz nenhum nf este ano, porque vocês sabem como funciona ele né. Então por enquando fico nos lfs, porque assim não engordo tudo de novo. Não estou com planos nenhum. Só acordar, comer pouco, andar um pouco e ponto. Já marquei minha pesagem vai ser no dia 23/01 até lá espero manter o controle. Vou mostrar pra vocês como vai funcionar minha rotina:

Manhã 07;00 á 07:40: 1 fatia de pão light ou fruta
Meio da Manhã 09:00 ás 11:30 : Nada -
Almoço 12:00 á 13:00: Fruta/ salada/ verduras/ 2 c de sopa de arroz/ proteína magra ( aqui são opções )
Meio da Tarde 15:00 á 17:30: Nada -
Jantar 18:30 á 19:50: Suco
Ceia: Nada -

Apenas isso, está ótimo. Por enquanto não vou fazer nada elaborado pra mim, e nem seguir alguma dieta de restrição. Sempre alterno a minha alimentação, com dietas que sei que funcionam. Não considero essa semana, uma ótima semana. Mas foi bem melhor... A única coisa que ando numa preguiça extrema é de fazer exercícios. Ainda não tô preparada pra ir pra uma academia, então o que me resta é correr ou caminhar. Tá ajudando, ontem fiz 3 horas. Voltei dolorida, com tudo doendo para ser sincera. Mas satisfeita!! A única coisa que vou voltar a partir de amanhã é com o desafio do abdominal. O meu humor está horrível, ando muito desanimada com tudo. O que tem me salvado é o Reid de Criminal Minds, que é um fofo, uma coisa linda. Mas desligo a televisão volto pro mar de escuridão e solidão. Vou tentando né...

Beijos da Lua 

4 de janeiro de 2016

Ex é sempre ex







Depois de tantos anos, estou sendo perseguida por um ex ( e quando digo ex é  ex). Não sei o que deu nele, mas ele anda me procurando. E me fazendo lembrar do antes ( que nunca existiu ). Detesto o modo como ele age, esse foi um dos motivos para não da certo. Ele mexe com o psicológico, gosta de joguinhos, e eu sou do tipo: ' Tá, tá, sim, sim, não, não.. ' E ele fica ali rondando o terreno. E porr* sou casada, não quero nada, eu nem procurei ninguém. E ele acha mesmo que se eu quisesse ter um lance (extraconjugal ) seria logo com ele? Hahaha. ( No) Eu e ele somos com água e óleo. No caso eu sou água, né porque.. É porque sim! No ano novo teve uma iper declaração com... ' É fato que depois de tantos anos, eu ainda não te esqueci. E talvez eu nem esqueça. Mesmo os dois estando em uma relação. Eu não sei o que fazer...' Bom, bêbado ele não estava porque, ele não é de beber. E sim, o desgraçado tem namorada. Mas ainda vem o conversinha. Já desconversei ele várias vezes, mas sabe aquela coisa de amizade. Porr* não existe amizade, quando um gosta. Se é que ele gosta. Vai que ele tem aquela coisa de ... ' Eu quero transar com ela e saí fora'. Vai transar com o capeta, menos comigo. Não escondo nada do boy, porque ele tem que saber. Ele apenas me disse: ' Resolva ' Uh, me ajudou muito né. Ele confia em mim, e eu não confio nele. Tenho problemas sério, com confiança. Ele nunca fez nada mas... Eu tenho um ditado muito simples: ' Quem confia se fo**, então tenha sempre um pé atrás...' Mas não sou louca, obsessiva. Fico apenas observando de longe. Tirando isso tudo... 
Estou me sentindo deslocada, e um pouco sozinha, mesmo rodiada por pessoas legais. Solidão, eterna e estranha e dolorida, e vadia solidão. Estou melhor na dieta, anotando tudo como sempre. Lendo dois livros polêmicos, e tomando doses e doses de remédios. Além disso minha Sis me inspira, ela é minha thinspo pessoal. ( não contém pra ela ). Mas amo aquela garota! Bem é isso, espero da próxima vez com menos peso. E um pouco mais de ânimo... E tipo, tô louca pra fumar :x ( eu parei com isso)

Beijos da Lua 

1 de janeiro de 2016

01/01

(me lembro minha Sis *-*) 

Olá pessoas... 
Não, desta vez não. Nada de promessas de ano, não me julguem mas sou descrente quando tem essas coisas de promessas. Por anos fiz esse tipo de promessa, e no fim fiz tudo errado. Vou apenas seguir a corrente. Fiz promessas desde 2010, e cadê o que eu devia ter cumprido? No lixo provavelmente, então 2016 será um ano qualquer, sem promessas, sem juras, sem muita  frescura. Porque no fim do ano, é apenas contabilizar os acertos, e os erros. E por fim, dizer: ' Eu consegui!'
Bom, eu bebi horrores sim, de novo. Não liguei muito pra comida, eu juro que nem sei o que fiz. Mas estou aqui, então cuidaram de mim. O limite da minha ' gordice de bebidas ' era até hoje. Ou seja, amanhã é outra Lua que tem que acordar. Recebi elogios de uma tia que não me via á um ano. Ela me olhou eu disse: ' Nossa, Lua como você está fininha, magra. ' E detalhe eu estava arrumando casa quando ela chegou, eu estava toda largada com uma bermuda havaiana, e uma camiseta. Eu fiquei feliz, porque está tia é sincera. E se você está gorda, ela fala que você está gorda. Então devo estar menos obesa. Mas fininha... Difícil de crer nisto. Mas, quem sabe no fim do ano ela tenha uma surpresa mil vezes maior. ( muhahaha ) Ela vai ter.

Feliz Ano Novo!! 

Beijos da Lua