29 de fevereiro de 2016

Março está chegando...

Boa noite.
Obrigada por cada comentário no post anterior. Fico muito feliz, por vocês serem tão carinhosas assim. E me desculpem pelo post gigante que ando fazendo. Mas aqui é o único lugar que consigo me abrir, sem medo de criticas. Embora eu as vezes não conte tudo...
Hoje é o último dia de fevereiro e cara, que mês horrível! Tive muitas crises, muitos problemas e tudo que eu queria ter feito não fiz. Meus projetos estão encostados pelos cantos, e eu mal terminei um. Me bate uma coisa, e não consigo completar as coisas. E isso é ruim... 
Enquanto as metas, só tenho a dizer << gorda do inferno >> eu sou um ser de outro mundo. O que tenho contra realizar as coisas de maneira correta?? Isso é triste, sinceramente.  Mas vamos falar de março, e vamos se iludir ( espero que não )... 

É o seguinte criei um plano de 31 dias, bem simples e até folgado. Tá pronto, e eu vou seguir apartir do primeiro dia do mês de março. A meta é perder 4 kg, em um mês. É simples é fácil, não é impossivel. Se eu perder mais, seria maravilhoso. Mas não vou me agarrar a sonhos, e sim á fatos. Já avisei a minha mãe, tias, irmãos, e irmãos, cunhado, sogro e até aos cachorro. Estou de dieta, esquece de mim!! Avisei ao Duda, ele disse que tudo bem. Não espero ajuda de ninguém, e nem que ninguém entenda. Afinal quem carrega o fardo, de se ver enorme na frente de um espelho sou eu. E não eles. E eu quero muito não me decepcionar, e nem decepcionar quem me segue. Já já, vira um ano de blog e continuo obesa. Criei um cardápio fixo, que não vai mudar!! Para me afastar de qualquer pensamento compulsivo. No fim do post eu coloco. 
Queria dizer também que o Duda está cuidando de tudo sobre o psicologo/psiquiatra. Assim que eu tiver a data, eu falo sobre. Ele está me " cuidando". Foi malhar, e me encontrou no mesmo lugar. E me questionou, porque não me movi de lugar. Não respondi nada, não tinha nada pra dizer. E neste momento ele está do meu lado. Não sei o que pensar sobre isso. 
Sobre meu cardápio fixo: Café da Manha: Frutas até 100 kcals ou Café + 3 torradas ou 3 bolachas de água e sal. Almoço: Proteínas ( Frango & Peixe ) e verduras, e feijão. Lanche: Frutas de 100 kcals, Tic Tac, tridents, mentos, qualquer coisa que seja abaixo de 100 kcals. E meu dia tem que encerrar as 18 horas. Estou batendo algumas fotos dos alimentos que ando ingerindo. Eu tinha falado que ia colocar mais fotos por aqui, lembram.. Pois é. Vou levar mais a sério, eu faço uma montagem rápida. E da pra mostrar alguns alimentos da semana. 
Espero não falhar mais nisso também. 

L. 

26 de fevereiro de 2016

Sozinha

" Não sou hipócrita em dizer que gosto de ser sozinha. Pelo contrário eu odeio ser sozinha, eu odeio ter que fazer tudo sozinha. Sabe quando você sente sozinha, em ter que enfrentar o mundo todo? E que tudo que você gostaria é de uma amiga, ou amigo que disesse- Hei vamos, eu te ajudo e você ajuda! Eu sou aquele tipo de pessoa aonde todos usam como soleira da porta. Vem limpa o pé, e saí andando depois. O que eu mais odeio, além de ser gorda. É minha maneira masoquista de ser trouxa. De acreditar que as pessoas que ajudei, ou ajudo, vão me ajudar. Isso nunca irá acontecer. Porque no final, a pessoa me troca, ou simplesmente me abandona. Eu quero arrancar essa coisa que eles chamam de compaixão, de acreditar no semelhante. Eles mentem, eles invetam, eles machucam só isso que eles fazem. Eu  cansei, cansei de crer que  nem todo mundo é egoísta. Eles preferem ficar sozinhos, do que ao meu lado. Porque, porque eu não sou nada para ninguém. É por isso que desde o ínicio eu estava sozinha. É por isso que nem minha própria mãe me quis. Não há culpo, e não consigo sentir raiva dela. Quem ficaria comigo? Nem ela, e nem meu pai me quis. Foi por isso que passei tantas coisas. Hoje eu vejo que nunca tive amigos de verdade. Nem mesmo quem eu pensei que me amasse mesmo, me provou que é como os outros. Mas se eu fosse fria, gelada, certamente teria todos ao meu lado. Mas eu sou esse ser fraco, inútil e pequeno. Que se contenta com migalhas de " atenção e carinho" que no fundo, não é nada. Mesmo eu não dando migalhas, mesmo eu me doando por inteira. Ninguém valoriza, e ninguém irá valorizar. Hoje eu chorei, não por causa de fulano ou cicrano. Chorei por mim, por não me valorizar. Por me sentir fraca, e querer ter os outros por perto. Eu preciso enxergar de uma vez por todas, que ninguém se importa comigo. Ninguém quer estar ao meu lado, pelo contrário... Quanto mais distancia, mais eles se sentem melhor. E quando eles precisarem lá vai estar " eu " como a soleira da porta deles. Eu me odeio por isso, por ser esse monte de lixo, por ser essa coisa carente, e rídicula que sou. Quanto mais eu me importar, quanto mais eu buscar, mais vão me ferir. Mais vão me machucar, e eu vou me odiar ainda mais porque... Sempre serei a soleira da porta deles. " 

25 de fevereiro de 2016

Crises

Esse negócio de ficar sem comer, e a pressão que é para eu perder peso está acabando comigo. Estou discutindo com o Duda quase todos os dias. E se não discutimos, acabamos nos " bicando " em algum momento do dia. Eu sei que a grande parte é minha culpa. Ele não faz nada de mal, e eu que entendo como se fosse onfesa. Ontem eu estava morrendo de fome, e tentando ver qualquer coisa na tv que prendesse minha atenção. Ele apenas disse- Afe, como pode ver isso? E o que eu fiz arrumei confusão por isso. Aproveitei a deixa e questionei sobre ele comprar uma camêra para o ps4 sem falar nada pra mim. Em algum momento da discussão eu fiquei louca, e de novo me machuquei. Não me controlei, e me agredi na frente dele. Eu duvido que ele vá me aguentar por mais tempo. Em algum momento ele vai me largar. Eu sei disso, só não quero perder ele. No fim não entramos em nenhum solução. Ele me abraçou e me beijou. E eu só fiquei ali com ele, abraçada. Eu estou paranóica, sempre que vejo algo, acho que as pessoas estão rindo de mim. Caçoando de mim, me julgando. Estou com dor de cabeça desde sábado. Ele me disse, que acha que me machuquei por causa das agressões. Pediu que eu fosse no médico, e eu lógicamente não vou. Estou mentalmente instável, se o médico sacar ele vai me questionar, eu não quero isso. Nada contra a medicina, mas odeio médicos. Minha ansiedade e paranóia, está me causando muitos problemas. Estou tomando ás vezes 3 remédios de uma vez para dormir. E quando eles fazem efeito, eu fico como uma droga. Mal consigo segurar o celular. Hoje eu tinha pesagem, mas não quis me pesar. Fiquei deitada, e pensei em me cortar. Mas fiquei com preguiça, e a dor na cabeça já é o suficiente. Toda vez que abaixo, e levanto sinto tontura. Meu intestino está horrível, não fui no banheiro esses dias atrás. Mas devido a crise de ontem, me deu dor barriga. ( Eu sinto isso quando estou estressada ) Tive que tomar mais um banho, me entupi de remédios, virei e dormir. Antes  sair ouvi o Duda dizer: Hei, agenda o negócio pra mim no poupatempo. E vou aproveitar e marcar o seu médico (psicologo/psiquiatra). 
Eu sinto que uma hora ou outra, ele vai me deixar. Ele não é obrigado a viver desse jeito. Uma esposa gorda, agressiva, ignorante, depressiva, escrota. Aposto que quando casou não era isso que ele queria. Eu já não tenho ninguém, se eu perder ele... Não terá ninguém pra me ajudar, pra beijar minhas feridas e dizer que vai ficar tudo bem. Mas não posso obrigar ninguém á ficar. Mas é isso que sou um monstro, e ninguém quer ficar perto de um monstro. No próximo post eu coloco meu p.a, a Sis está me dando uma força pra controlar meu estresse sobre a comida. Espero perder peso, e controlar mais os niveis de estresse.  << ? >>
L.

22 de fevereiro de 2016

Rotinas ♡

Desculpem pelo 2° post, mas aquele lá era sobre o desabafo do fim de semana. Este é sobre o que estou fazendo para perder peso, para responder a Anangel sobre á Coca-Zero. Bom, não estou seguindo nenhuma dieta amores. Tenho uma enorme vontade de terminar alguma dieta de restrição de calorias. Porém, a minha *Annie* ( ansiedade) está muito alta, e isso estava me causando algumas jacadas. E consequentemente, lâminas por todo o lugar. xô...
Voltei a comer bem pouco, mais precisamente desde quinta 18. Meus dias tem sido fugir de tudo que for comida. Mas as vezes tenho que tomar café com a minha mãe. Então eu divido as refeições em pequenas porções. O almoço sempre que posso eu estou fugindo, mas se não tiver como fugir. Como pouco também. Não estou comendo depois das 18 horas. E bebo muito mais água do que antes.
Sobre a Coca-zero... Então é um truque que aprendi em 2013,  e funciona bem, pelo menos comigo. Bebo 100 ml de coca-zero e mais 200 ml de água em seguida. Isso me mantém cheia por 3 á 4 horas. Mas a maldita da coca, está me fazendo ficar inchada por causa do sódio. Então conversando com uma amiga, ela me aconcelhou beber água com gás. Já comprei, e vou usar. Menos odiando água com gás -_- Entendam que isso é um jeito que achei de suportar a fome, ainda mais em nfs longos. Voltei a usar o meu anel de prata com uma pedra preta. Isso me faz lembrar dos meus propósitos. 
Também estou me pesando de 3 em 3 dias. Para quem não percebeu nos fim do post eu coloco meu P.a ( P.A: Peso atual ). Foi um jeito de controlar o peso, e não me deixar frustrada. Não uso ECA, e nem franol. Para quem não sabe, sou viciada em alguns remédios. E meu coração não é dos melhores. Já tive várias reações muito complicadas. Então hoje em dia, tudo que eu tomo o Duda fica querendo saber. Não uso lax constantemente, embora hoje vou tomar. Porque estou inchada :// . Ando sendo atacada por pensamentos de baixa auto estima direto. Dizendo que sou sempre á mais gorda. Que nunca vou conseguir, mas tenho me agarrado ao: Eu vou sim! Tenho tanta meta á bater, que me canso e ai vinha aquele círculo vicioso. Mas não posso mais desistir!! Vou deixar minhas metas para vocês: 
1° Meta: 60 / 2° Meta 55 / 3° Meta 48/ 4° Meta 45*. Caminho longo não é?! Mas eu tenho que chegar lá e ponto final. Até próxima minha gente *-*. 
L

Problema familiares

Ninguém absolutamente ninguém, quer que você seja magra. Eu percebi isso no sábado a noite. Quando eu implorei pro Duda não comprar pizza, e ele foi e comprou e ainda fez questão de comer bem na minha frente. Ainda debochou de mim... Eu tive uma das crises, ele mesmo me disse. Ele me encontrou toda inchada, sangrando. Ficou me beijando pedindo desculpas, que ele não sabia que eu estava daquele jeito. 
Eu simplesmente esqueci de tudo. Minha mente apagou, e fiz um monte de coisa ruim. Mas me lembro da seguinte frase: Você não é mais a Lua, que eu conheci em 2007. Você precisa de ajuda, me desculpa, me desculpa, me desculpa. Desde sábado a noite eu estou com dor de cabeça, eu me espanquei, e devo ter me machucado feio. Já tomei remédio e nada de passar. Mas não vou reclamar e nem falar nada. Não comi aquela pizza, não comi e não vou comer.  CHEGA! Não quero comer por obrigação, porque fulano ou cicrano pode se sentir mal. Foda-se! Não sou obrigada, não tenho que comer nada, sem eu querer. Ele queria que eu comesse e cala-se a boca, mas eu disse não!  ~ 
Enfim meu fds foi uma droga, me rendeu dor e chatiação.
 Teve vários acontecimentos, e um deles já sei que me causára estresse. Aqui somos em 4 casa, em breve 5. Cada um tem seu espaço, e ninguém invade sua privacidade. Porém.... Um tio meu tem 4 filhos, e ele é um infeliz, desalmado. Que não se importa com nenhum dos filhos dele. E a mulher do meu tio, saiu de casa porque estava cansada de ser agredida, e chingada. Mas ela não está conseguindo manter os filhos em uma casa de aluguel. E ainda por cima, a moça que dizia ser "amiga" aumentou para R$600,00 e ela não vai conseguir manter isso. Um amigo da minha tia disse pra ela morar na casa dele, sem pagar nada. Mas os filhos dele estão querendo cobrar, e ainda por cima um desses filho do cara é um drogado. Então meus primos correram perigo. Aí vem a parte que eu estou com medo... 
Aqui mora: 1 tia que não é casada e nem tem filhos | Minha mãe | Eu & o Duda | 1 tia que não tem filhos e nem marido. E as duas tias só aparecem nos fins de semana. Porque trabalham e moram no serviço. Uma delas mais precisamente á mais bondosa. Cedeu á casa para minha tia, e seus 4 filhos.Eu compreendo que isso é louvável e que é necessário. Ninguém da minha família sabe o que é passar necessidade. Pois todos deram seus pulos, para poder criar seus filhos. E sei que alguns " tios " são um bando de infelizes que não se importam com nada. Então por bem das crianças minhas tias e minha mãe, achou que eles tem que ficar aqui por 4 á 5 meses até a casa da minha tia ser construída.  Que a mesma tia que cedeu a casa para a minha tia morar com seus 4 filhos. Deu uma parte do terreno dela, para ela cosntruir. Em outro lugar. 
Teve muito choro, e discussões principalmente entre os dois irmãos mais velhos. São 1 primo de 18 anos ( que vai morar em outra cidade por causa da faculdade dele), 1 prima de 16, 1 primo de 13, e 1  primo de 8 anos. 
Minha família, pelo menos alguns. Gostam de que todos fiquem juntos, e como minhas duas tias não tem marido ou filhos. Nós ficamos juntas, desde o ínicio. E sim, eu gosto de disso. E não pretendo ir embora, elas precisam de mim. E eu trato elas como minha mãe. Elas sempre me ajudaram, e ajudaram meu marido. Já tivemos problema, mas somos uma família. Todos os almoços são juntos, jantares, e os cafés da manhã. Mas não sei se vou aguentar mais 5 pessoas andando pelos corredores. 
Eu sou acostumada com silêncio.Porque eu gosto de silêncio, e minha mãe e minhas tias também. Mas eles são adolescentes, e adolescentes gostam de barulhos. Não sei como vou lidar com isso, mas não posso falar nada. A casa não é minha, e também não quero meus primos passando necessidade. Ou seja, deus me faça ser paciente!! E que esses  4 ou 5 meses, sejam rápidos. 
P.A 22/02: 62,6 << aff>> 

20 de fevereiro de 2016

Birra

Bom dia. 
Ontem foi exaustivamente difícil. Tudo estava contra mim... Desci até o centro da cidade aonde eu moro, aproveitando a paisagem caminhei. Comprei as coisas que precisava e voltei pra casa. Eu fiquei cansada, mas consegui arrumar todas as coisas aqui em casa. O estomago estava querendo o tal macarrão com queijo que minha mãe me comentou. Ela desistiu de fazer! ( graças a deus) Aí me inventa de fazer risoto! Eu disse, tchau e sumi. Não vou e nem iria comer aquilo cheio de queijo, só de fala já me embrulhou o estômago. 
A fome apertava fui assistir Tokyo Ghoul pela primeira vez. Chorei umas 5 vezes, em apenas 7 episodios. É lindo e triste ao mesmo tempo. Baixei a música deles no meu cel, pra ser toque de chamada. Me indentifiquei com a letra. Até aí eu estava " normal " depois sentei no corredor, e fiquei sentindo o ventinho da tarde. 
Mas o pior estava por vir... Estou naqueles dias, aonde parece que tem um alien no seu útero te comendo por dentro. E nessa fase, eu estou louca, tarada por doces. Só nesta época! Eu não tinha nenhum trident. E o Duda ( marido) resolve comer bolacha recheada, goiabada, suco, e bolacha salgada ( parece um compulsão né)... O cheiro foi na alma. Fiquei com raiva, e fiz birra. No meio da coisa chutei a parede. Ah como doeu aquela birra. Depois tomei uns negócios pra dormir. Virei pro lado e chorei, mas chorei como uma criança. Uma criança que a mãe disse: Não! Ele fez cafuné e eu acordei hoje as 6. Tomei um café, pouca coisa apenas pra não desmaiar. Já fiz a caminhada do dia, e com toda a certeza perdi todas as calorias que comi. E mais um pouco.Ainda estou chateada mas comprei: 4 latas de coca zero (a pequena), pq elas me ajudam no nf; 2 Mentos pra emergência; 1 pé de alface pra amanhã. Mas sofrer valeu a pena. Vou continuar a resistir, ainda que eu chore e chute as paredes. Tenho uma meta bater, e só isso que importa. 
P.A 20/02: 62,9 << I need to be skinny>>
L

18 de fevereiro de 2016

Estou lutando

Olá. 
Eu fico meio que sem o que escrever em todo começo de texto. Sei lá, parece que minha cabeça não funciona. E eu fico olhando a parte em branco, na esperança de aparecer algo legal. Impossível, se trantando de mim. Seguindo o concelho de vocês, vim esvaziar/ou não um pouco o peso da dor. No momento estou com fome, estou em nf. Para me punir, pelas coisas ruins que fiz durante esses dias. Fiz questão de entrar e ler todos os comentários, e de ler os blogs que sigo. Afinal não existe somente eu nesse mundo. E gosto de retribuir o carinho de vocês. Obrigada. 
Não vou lhes contar o que fiz durante esses dias. Não quero encher o blog dessas coisas, e ler essas coisas não é muito animador. Eu desisti do meu projeto, e para ser sincera estou farta desse negócio. Retirei um monte de coisa do blog. Me sinto 10 % melhor, pelo menos é o que eu gosto de pensar. Ele está com um cara diferente, me ajudou a esquecer a fome. Mudei diversas vezes, até que cheguei a cansar e deixei ele assim mesmo. No atual momento estou suando horrores, porque estou com um mal estar chatinho. E como eu não estava bem, eu comi feito uma ogra. E sim, engordei. E não, não tô nada bem sabendo de tudo isso. Mas eu encaro o fato, de eu estar uma ogra. Ainda quero emagrecer, e sei que isso não me fará feliz. Mas pelo menos me fara sentir 49% completa em alguma coisa. Estou recebendo ajuda nessa parte, e me sinto "contagiada" por tanto ânimo que a menina tem. E isso de certa forma é muito bom. Ainda continuo com aquela maldita coisa encostada em mim. Mas estou lutando. Assim como eu lhes disse nos comentários, estou lutando. E é por isso que estou aqui hoje. Agradeço pelo carinho, um abraço em cada uma. 
P.A: 64,7 << que vergonha >>
L. 

12 de fevereiro de 2016

Fim da linha...




No momento estou com a rinite muito atacada. Meu nariz está machucado, e eu estou com muito mal estar. Eu estou pior de todas as dases que já vivi. E isso está me matando aos poucos. Tenho vivido de remédios para dormir, e alcool e outras coisas ruins. Não se surpreendam se eu desativar os dois blogs, ou este aqui. Não é drama, e nem frescura. Não escolhi está imagem por caso, e dessa forma que me sinto. Mais claramente o 3° quadro. Tenho medo do que vai acontecer no 4°.
Quando eu puder vou ler os blogs das meninas que eu sigo. Agradeço por cada uma que ler isso aqui. Respeito todas, e gostam muito de vocês. Isto não é uma despedida, por enquanto não é. Não sei se vou melhorar ou se vou piorar ainda mais. Se vou sobreviver á está fase, ou não. Só não quero poluir meu blog com tantas coisas vazias, Espero que vocês fiquem bem, e eu vou visitar vocês de tempo em tempo. Se cuidem.

Bjs da Lua...

10 de fevereiro de 2016

Insanidade

Desenho por: Jace Walace





Ela finalmente apareceu... 
Doce e amarga ao mesmo, violenta e calma. O que eu poderia dizer, estou esperando por ela há muito tempo. No conforto dos seus braços ela me domina, me prende, me segura. Não sei explicar como ela tem esse poder, e de onde ela saiu. Talvez ela saiu do submundo dos meus medos, e das minhas loucuras pervetidas. Ela me disse que não ia embora, mesmo que eu falhasse. Ela ia ficar aqui, comigo, pra sempre! Ela é como a solidão, nunca vai embora, sempre presente. Em cima dos móveis, das cadeiras, dos cadernos escrito ás pressas. Das alianças que um dia jurei amor eterno. Os cantos se espreme querem saber o que se passa dentro da mente de uma insana. Mas ninguém pode saber, ninguém pode entender. Ela não me permite, não me dá regalias. Eu sou seu brinquedo, seu boneca torta, em cima da cama empoeirada. Ela brinca comigo quando quer, e quando quiser. Não tenho direitos de decidir nada, nem onde, nem a hora. 
O que sinto é um misto de amor e ódio. Eu a quero, eu a desejo... Mesmo que ela me mate, ela já me rancou as coisas mais preciosas de mim. O que me resta? Nada. O que ela pode me oferecer? Tudo. Eu sei que o preço á ser cobrado é alto demais. Eu sei que o fim desta história não vai acabar bem. Mas o que importa? Nada mais importa, eu á quero cada dia mais. Eu a desejo, eu trouxe ela para dentro de mim. Ninguém pode rouba-lá. Eu escondi ela dentro da minha pele, dentro das partículas do meu sangue. Ela está grudada, e enrolada em cada osso do meu corpo. Ela sou eu, e eu sou ela. Para todo o sempre....

texto #1

L.

8 de fevereiro de 2016

Pobre de Espírito




Ontem eu tive um daqueles dias em que você fica se perguntando, que merda esta fazendo com a sua vida. Sabe eu sou uma pessoa pobre de espírito. E eu tinha vergonha de admitir isso em voz alta. Mas essa é a verdade, e não se pode fugir dela. Passei anos fingindo ser quem eu não sou, tudo para agradar algumas poucas pessoas. Achando que com isso, eu poderia ter amigos de verdade. Mas isso tudo foi uma enorme ilusão. Eu me agarrei nisso, e fiquei presa por anos. Até que comecei a entender, que algumas pessoas ( como eu ) não veio na terra pra ter esse tipo coisa. 
Eu me perguntava porque tanto abuso, e tanta dor que o mundo jogava em cima de mim. ( não confunda, não estou me vitimizando) Sabe, o mundo maltrata aqueles que não segue as regras. Se você não é o que ele quer, você sofre. Eu vi várias pessoas diferentes ( como eu, ou você ) sofrendo abusos de várias formas... De todas as formas que você possa imaginar. 
Por várias vezes eu me prometia não ser esse tipo de pessoa Não ser a que sofre. , ou á que faz os outros sofrerem. Mas infelizmente, nem sempre as coisas vão andar da forma que queremos. Mas me considero uma pessoa pobre de espírito por nunca acreditar fielmente nas coisas. Não estou falando sobre religião. Estou falando num todo sabe? Eu não creio que vou ser feliz. Eu não creio que vou ter filhos. Eu não creio que vou ser uma boa mãe. Ou que vou ter um casamento saudável. Ou que vou trabalhar com o que mais amo. Ou que vou ser uma filha melhor, eu não creio em absolutamente em nada! Eu sou muito boa, em fazer as pessoas crerem que elas conseguem qualquer coisa. Mas quando inverte o quadro, eu não consigo em crer em porra nenhuma. Juro. E isso é desgastante emocionalmente falando. Porque, as pessoas tentam ver o melhor de mim. Mas quando vou responder, só sai merda da minha boca. É algo automático...
O meu pessimismo sobre á minha pessoa, é gigantesco, tão grande que eu irrito as pessoas quando começo a falar. Com certeza, deve ter alguém que acha que isso é para " chamar atenção". Mas juro diante de deus, como eu queria que fosse! Ah, como eu queria. Ontem eu escrevendo no meu caderno ( porque agenda é impossivel eu ter, porque não cabe os meus pensamentos) eu me detonei em todas as linhas. Fui de fraca até vadia, em poucas linhas eu mesma me ofendi diversas vezes. Não por frescura, ou chamar atenção. Quem me conhece sabe que eu sou a última pessoa da terra que quer chamar atenção das pessoas. 
Eu duvido que eu consiga me curar disso, dessa coisa que tem dentro de mim. Eu duvido que vou emagrecer e ser magra. Eu duvido que meu esposo vai aguentar mais tempo comigo. Eu duvido que minha mãe me ame de verdade. Eu duvido que algum amigo (a) me ame, e nunca me abandone. 
Eu sei que o ciclo da vida nem sempre é legal com a gente. Mas depois de tantas decepções, de tanto machucado físico, e emocional... Eu não consigo acreditar em mais nada, nem mesmo em mim. 
Peço desculpas pelo post enorme. 

L.

5 de fevereiro de 2016

Dias iguais




Bom dia. 
Ultimamente tem sido difícil lidar com vários probleminhas digamos... Rotineiros. Esse tempo atrás, acabei por descontar algumas coisas em cima do boy. E ele ficou triste/ou não com isso. No fim do dia ele veio, e me contou que estava tendo problemas no trabalho, e alguns outros emocionais. Acabei por me sentir uma vadia desalmada. No fim eu mesma, me decide não contar mais nada pra ele. 1. porque ele não vai me entender. 2 porque acho perda de tempo. 3 porque vai que aconteça isso de novo. É claro, que infelizmente vou ter problemas com isso. Porque quando tenho problemas, e não conto pra ele ( pelo menos). Eu sinto dores no corpo sem nenhum motivo aparente. :// 
Tenho ficado quieta na maioria dos dias. Mas eu até acho isso bom, porque evita problemas. Está semana eu ia trabalhar pra uma tradutora. Mas ela viajou, então vou na semana que vem. O dinheiro que eu pegar vai servir pro médico. Ainda não me decide pra qual eu vou ligar e marcar. Eu pesquisei, mas eu fico meio assim. Se alguém morar em SP, e tiver alguma médico pra me indicar eu agradeço viu! 
Vou ao super no sábado, então vou comprar tudo o que eu preciso para á rotina. Tenho algumas metas para bater, e espero não surtar com isso. Estou tendo muito apoio, e isso é bom de certa forma. Mas eu ainda sinto que preciso de algo que não sei o que é. Em relação á Ana e Mia. Este feriado a grande maioria dos meus parentes vão viajar, e eu vou dormir muito. O boy vai trabalhar até no sábado, porque ele folgou no sábado passado. Então ele não vai inventar de sair e comer gordices. Só espero que ninguém invente nada. Tô aqui resistindo até a cerveja importada que ganhei kkkk. Pra alguém me inventar alguma palhaçada né. Affe. Mas é isso aí, vou continuar a me esforçar, e lutar pra não morrer nas minhas próprias palavras. </3 

~ Eu odeio carnaval.

L. 

2 de fevereiro de 2016

Propósitos para o mês de Fevereiro



" Foram dias difíceis. Eu só queria me encolher e deixa de existir."- Superficialismos 



Bom dia, sim é essa hora  mesmo rs...
Infelizmente tive uma baita insônia devido alguns barulhos que vinha lá da rua. Me assustei e cá estou eu, pondo em papel e aqui no blog os meus planos para o mês de fevereiro. Graças á deus o controle está de volta (então deite que eu vou lhe usar ) kkk. 
No atual momento minha alimentação está razoavelmente, mas não está boa. Como todas sabem sou adepta ao baixo consumo de carbos. Acho que serei pro resto da vida! Tenho me sentindo meio suja por dentro sabe? Por causa do consumo de canes e frango, e alguns embutidos. Então vou reduzir o consumo este mês. Ou seja a partir de hoje! Não é nada ultra, power radical. Mas segundo a opinião de uma amiga, vai ser muito bom pra mim:
Alimentação do mês de Fevereiro: verduras, legumes,frutas, peixe e algumas coisas vegetariana. O consumo de arroz fica no mesmo jeito ( se consumir no café da manhã algum carbo alto) nada de arroz. Mas as medidas de arroz são 2 c. de (sopa); Feijão uma concha pequena. Anotei alguns valores nutricionais de alguns alimentos. Continuo com chás, café, derivados de leite ( alguns ). 
Vou ir postando na page ( cardápios da Lua). Também vou retirar o consumo de refrigerantes, mesmo sendo diet. ( Tipo, uma limpeza corporal. ) Ain que fome gente ><
Estou muito animada com isso, eu já tipo tô amando e nem fiz nada ainda. Amanhã vou pedir pra minha mãe me fazer algumas coisinhas. Tenho que perde neste mês pelo menos 5 kg. Mas vou seguir o plano de metas, pq ele funciona mesmo!! 
Quanto ao meu humor, como eu queria dizer que estou bem. Mas infelizmente não. Estou tentando me concentrar em outras coisas. E manter a ladra ( ladra é uma referência á uma depressão/suicida) longe de mim, pois ela já me arrancou muitas lágrimas. Peço que me perdoem pelo post anterior, depressivo e triste. Vou evitar de postar esse tipo de coisa. E meus planos para março vai poder ser feito, tranquilamente. Porque não vou mais viajar, meu avô vai operar os olhos. ( algo haver com catarata ). Espero que ele fique bem, neé :// 
Bom é isso, espero que todas estejam bem. 

L.