25 de setembro de 2016

Self destruction

O vazio é pertubador, essa sensação do nada é tão ruim. As paredes são minhas únicas companheiras, mesmo tendo tantas pessoas á minha volta. Elas passam apressadas, cheias de coisas, de vida, de problema, soluções, amor e risos. Mal sou notada por elas, a boca pronucia "Oi " e muitas vezes recebo um "Oi" seco, vazio, e sem interesse.
Eu sempre fico no meu canto, porque não gosto de incomodar. Por isso sou tão auto mutiladora, porque no fim me resta apenas a lâmina. Depois de quase 1 semana sem se cortar, retornei com força aos velhos hábitos, corta, limpa, corta, limpa, corta, limpa, corta, limpa, corta, limpa, corta, limpa, corta, limpa, e quando me dou por conta eu já cortei tanto que o papel higiênico não serve. Então acabo usando minha própria blusa. Faço um curativo, e coloco o bracelete. Eu não me importo se é feio, se é agoniante, se é constrangedor, eu simplesmente não me importo. Esqueço de tomar os remédios, e quando eles fazem efeito, já estou mole e oca. Fumaças saem da minha boca, sangue vaza do meu peito, gotas se formam em volta dos meus pés. As vozes dizem " lá vem a morta" eu rio, da minha própria demência. Algumas gotas de ácool se misturam ao remédio, a fumaça de cigarro, ao estômago vazio, ao sangue, a dor, o vazio, o tempo para alí mesmo, enquanto tudo passa lentamente. As vozes continuam a dizer: " A morta está alí; sentada, embaixo dos seus pés existe um poça de sangue; ela não tem coração, não tem nada. Ela continua morta, apenas morta,  deixe ela morrer quantas vezes ela quiser.... " 


22 de setembro de 2016

Dias atrás

Você entrega um pouco da sua alma quando você trata alguém de forma respeitosa. Você á vê como um mãe, ou um pai. E no fim das contas você sente que está pessoa pode te ouvir, e até mesmo te entender. Mas a ficha caí, e você que a pessoa que você tanto amou, no fim foi tudo mentira. Isso dói, isso machuca. Na terça, tudo ficou escuro e minha mente virou um buraco negro na qual a escuridão era o mais puro e intenso sentimento. Lembrei o sorriso dela, lembrei do modo como ela agiu comigo, e as lágrimas e a dor se encontraram. Eu não quis comer, falar, ou tomar meus remédios, para ser bem sincera fiquei terça e quarta sem tomar. No qual a minha mãe via eu me encolher e me debater na cama. Enquanto ela e seus olhos de corvos, tentava enfiar remédio guela baixo. Discutimos, ela falou coisas, e muitas outras. Enquanto o Duda, nos olhava sem graça e meio tonto com tanto assunto. Mas interrompi, e deixe tudo pra lá... 
Hoje eu tomei os remédios, e fiquei um tanto "melhorzinha". O problema é que isto me abalou de tamanha forma, que voltei a ver muitas coisas. Isso está me incomodando, e passei várias vezes pelo telefone, e o número da clínica para ligar pro meu médico. E pedir internação, mas a mente dizia tantas coisas que nem "A" e nem "B" faziam sentido. Não sei o porque, ou motivo, mas tive que tira meu transversal no dia 20, isso me deixou muito nervosa. Pois a orelha inchou consideravelmente e não faço ideia o motivo. Retirei, e agora estou tratando, caso haja coragem novamente eu furo novamente. Ou então deixo pra lá. --' 
Dia 20, comi pouco devido o acesso da crise que caiu sobre mim. Ontem, fui levemente bem porém meus niveis de sódio estão altos, não tinha frutas e senti falta disso logo de ínicio. Hoje eu já tive um dia melhorzinho, comi banana, e bebi um pouco mais de água. Mas prefiro acertas as pontas soltas, comecei a dieta sem pesar, e nem quero ver balança. Por enquanto eu vou indo pelo tamanho das roupas, e tal. Eu estou querendo compra livros sobre alimentação, sucos, e quais são os poderes das frutas. Semana que vem vou ir na cidade próxima, e compra algumas coisas ( na realidade eu pedi pra minha mãe hehehe) afinal semana que vem tenho que enviar algo pelo correio, e não tenho nem ideia de quanto vai custar. Enfim, é isto que ocorreu esses dias... 


19 de setembro de 2016

Coisas da mente ( ínicio de dieta )

Fiquei tanto tempo aérea desses assuntos, que hoje passei um veneno terrível. A vontade de comer a casa toda era grande, mas me mantive. Me envergonho em falar sobre dieta aqui, porque larguei meu plano EmagreceLua, e tudo mais... Mas se eu não falar, falarei aonde? -.- 
Estou me sentindo i.m.e.n.s.a, esqueçam minha altura, simplesmente me sinto imensa. Tudo que eu visto me sinto estranha, e ficar comendo não adianta nada. Não estou fazendo dietas prontas, mas para retomar o controle, eu e a Kanojo ( Hina ). Estamos num planinho de retomar controle de comer até 900 kcals ( limite ) mas não é obrigado a comer tudo isso. Hoje fechei o dia 429! yeep o/
Nós não fizemos nada elaborado, apenas contar o que comeu, sem mentiras ou mimi. E no fim do dia falar o resultado, estamos bem assim. Foi ideia dela, e talvez nos ajude ^^ 
As coisas que estão emaranhadas feito novelo de lã. Ando vendo muitas coisas nesses últimos dias: uma caixa gigante preta na porta do quarto flutando ( como se fosse uma coisa vinda de outro planeta), a borboleta laranja que pintei no quarto, batendo as asas, sentimento de alguém á espreita, alguém na escada, gatos... (?.?) Sim, coisas aleatórias, e estranhas. Depois do que houve com a minha tia A. como eu havia dito, algo foi consumido, tragado, morto. Não sei explicar, mas algo morreu muito mais ( e tem como? ). Não ando lendo nada, e nem seguindo meus animes -.- Isso é ruim, mas é a verdade. Eu não tenho concentração em muito coisa. Como por exemplo agora: eu estava brincando com a Ruby, larguei ela, e vim pra cá. >.> Tá vendo como estou totalmente sem eira nem beira? Não estou escrevendo também, ontem por milagre eu escrevi. Mas fazia uns 3 ou 4 dias que não escrevia. Isso é ruim, porque é como se eu absorvesse tudo! Essa sensação de perdida, vazia, como se eu estivesse andando em círculos é ruim. Os dias passam, eu olho as horas, eu vejo os meses, e fico á pensar se isso realmente vai dar em algo (tratar). A ideia de suícidio ainda não me sai da cabeça, o meu médico disse que qualquer coisa que eu sentir, antes de eu fazer, é para ir procura-lo. Não precisa nem marcar, podia ir lá direto. E caso eu sentisse a necessidade de ser internada, ele mandaria uma ambulância ou algo do tipo me buscar. Toda vez que me corto, penso nas palavras dele. Não ando dormindo direito, é como se eu continuasse acordada enquanto eu cochilo. Isso quer dizer que as coisas ficaram ruim? Não sei dizer. Só quero emagrecer, pelo menos é esse o meu atual sentimento. 

Lua..

17 de setembro de 2016

Notas de um diário 04 #fotos

22.08
Chegou o presente da Hina, no qual chorei horrores. Vou bater as fotos em breve, para colocar aqui. 

30. 08
Recebi begônias de Hina, *-* no meu dia de aniversário. 

01.09 
Hoje fui com a mãe no metrô saúde. Pegar trens ainda me incomoda muito. Fora que um cara ficou de papo com ela. E isso me incomodou demais >< 

02.09
Pesadelos. Lâminas :) Cortes :)
Hoje eu acorde muito mal. Tive pesadelos horríveis, mas só comentei com o Duda. O imbecil comentou com a minha mãe, e quando fui vê la, ela estava com uma cara enorme de c*. Obg Duda.

05.09
Muitas coisas...
Tá vou explicar porque tanto exagero como dizem. De ínicio eu me cortei tipo o desenho que eu fiz aqui ( tem um desenho no caderno ) está faltando um palmo para chegar no cotovelo. Eu tenho motivos, ou circunstâncias pelo que eu fiz. Mas fiz...
No braço esquerdo, fiz minha primeira tatuagem: Chama-se: A última esperança!
10. 09 
Contei para A. sobre o transtorno, e você acredita que ela riu, achei que ela me amasse, se importassse comigo, mas me enganei feio.
( vários desenhos de uma mulher rindo como louca)

13.09
Finalmente :)
O presente da Amanda chegou, no qual eu chorei horrores também...  << ela não quer eu bata foto e coloque aqui kkk>>

15.09
<< Não escrevi, mas neste dia furei meu 4° piercing >>
No qual o 1° Umbigo ( Agosto do Ano passado ); Nariz (  Dezembro 23 ); Tragús esquerdo ( em fevereiro 24), e o último transversal ( Setembro dia 15 ) !
Sim, minha orelha é minúscula. A outra ponta do spike, ta dentro do meu cabelo hihi =.=  No próximo post falarei sobre alimentação, e tudo mais. Bjs

14 de setembro de 2016

Os olhos dizem, o que o coração esconde?

Eu vou ser sincera, ainda estou machucada de sexta feira. Eu nunca vou me esquecer, ela se materializou no meu quarto e ria, enquanto eu dormia. Ela repetia as frases desconexas, e o riso de lado que ela deu. Ela nunca gostou de mim, nunca se importou comigo. Apenas me usou como um pequena ferramenta. Enquanto tudo que fiz foi por amor ( cuidava dela, do covênio, entre outras coisas). E agora? Sinto que algo foi arrancado de dentro de mim. Os dias foram passando eu chorei várias vezes, e pensei em milhares de coisas. Mas no máximo foram alguns riscos no braço. 

Hoje ( enquanto eu esperava um encomenda) resolvi passar um tempo na casa de uma prima minha. Falavamos de tantas coisas, rimos, zoamos, e enquanto ela falava. Eu ajudava ela com a limpeza da penteadeira dela ( que é enorme ) Está um calor dos infernos em SP, para ser bem sincera até me assustei com esse tipo de calor, nesta atual estação. Então eu de regata cinza, meu bracelete que tem foto aqui porém, está muito, mas muito maior do que isto. Porém bem coberto, e algumas pessoas estão me chamando de Rockeira. Enquanto eu limpava as caixinhas, me deparei com uma caixinha que tinha várias lâminas, e meus olhos disseram coisas, que não deviam dizer. E ela disse " Por isso que você usa esse negócio no braço". Claramente eu tive um treco, arregalei os olhos, e tive uma crise na qual ela me abraçou e disse que ia ficar tudo bem. ( como pode alguém de fora notar, e minha mãe não ter notado???????????????????) Ela disse que pensou em fazer o mesmo, por isso notou. Eu não tive como esconder, e não tive nenhuma reação. Meus olhos disseram coisas que meu coração escondeu! Ela mudou de assunto, e dissse que não me julgava, e tal. < Não me tratou mal, nem nada> Minha alma está mostrando a podridrão. A máscara já não cola mais, já funciona mais, eu preciso me esforçar? Preciso continuar a mentir? Já não tenho mais força para fingir, por isso meus olhos estão mostrando a dor, enxergar quem quer... E ela viu. 

( Atual foto do bracelete, falta meio palmo pra chegar ao cotovelo )


 Esqueci as regras do jogo
E não posso mais jogar
Veio escrito na embalagem 
Use e saia pra agitar
Vou com os outros pro Abate
O meu dono vai lucrar
Seja cedo, ou seja tarde 
Quando isso vai mudar?

- Pitty- Brinquedo torto -

9 de setembro de 2016

Nunca acredite totalmente em alguém...

Quando a gente nasce, não escolhemos a família que queremos. Simplesmente, nossa mãe engravida, e um cara que nunca vimos, nos tira de lá dentro e nos apresenta a seres que nunca vimos. Pegamos afeição por algumas, e distância de outras. 
Foi assim hoje. 
Eu tive um dia "meramente comum e normal" fui com a minha mãe no centro, compra algumas coisas imporantes. Fiquei animada << sabe sentimento de criança? >> vim abraçada com a minha mãe, rindo, e pulando amarelinha << sim, tenho 25 anos com a mente de alguém com 3 >> Tudo estava meramente bem, comi bem pouco, andei, tomei o remédio. Quando cheguei falei com algumas meninas no wpp, e no celular normal. E foi o tempo de tirar a roupa, e por minha camisola branca, e por a roupa novamente e sair correndo. Andamos a pé, rindo, falando bobeira eu e o Duda. Ele estava indo no estúdo fazer a 2° seção de tattoo ( a proposito eu já fiz a minha, vou postar a foto em breve). Na correria esqueci de tomar o remédio mais importante. Ou seja, fui com a cara e a coragem. Fiquei maravilhada com as caveiras, ossos, caixõezinhos, bruxas em miniatura, desenhos e tudo mais. Comprei 3 chaveiros de caixões, fiquei animada, embora a sensação de correr pela rua em direção a um caminhão estava na nuca. << mas aguentei firme>> voltamos, e tudo estava meramente bem. 
Deitada, já tomada banho, apenas vendo tv e relaxando. Ouvi uma conversa no corredor das duas tias que eu gosto << sobre brigas entre as duas >> Ou seja, foi o estopim para eu cair em choro, e estopim para um crise. Minha mãe tentando me acalmar eu chorando feito louca. Eu disse pra minha mãe chamar a minha tia, eu chorando pedi que não houvesse brigas. Contei por cima ( que eu estava doente, e que não ia aguentar isso ), e pasmem ela com um sorriso no rosto disse - " Agh, eu não sabia"- Fiquei tão chocada, tão chocada, pois é uma das minhas tias que mais gosto. E agiu desta forma, eu chorei, chorei, eu quis/quero morrer. Como posso me enganar com uma pessoa desta forma? Eu tratava ela com respeito, como mãe, e ela riu mesmo quando eu disse que eu posso ser internada << não falei de cortes >> mas falei de 4 tentativas de suicidio na qual ela não deu a mínima. Ela me perguntou o que eu queria de aniversário, eu simples disse " que tome café comigo todos os dias de manhã." Ela riu, e mesmo assim comprou algo, mas não me levou a sério. 
Eu estou abalada. Muito abalada. Não sei como estou escrevendo, mas preciso escrever em algum lugar. Preciso alertar as pessoas que nem tudo que parece é. E que vocês tenham cuidado, porque a verdade é está. Se ela que eu achava que gostava de mim, simplesmente riu, me vendo em crise, que dirás eu morta. 


" Eu achei que ela me amava.... mas até nisto eu me enganei. "

4 de setembro de 2016

Psicose



Não há cores... 
    Nem sabor....
Nem vida... 
   Nem sentimento definido,,, 
Há uma imensidão de nada, e vazio. 
Você sabe é o que sentir isso eu me pergunto? 
Gotas de água caem sobre meus ombros, as lágrimas me purificam, ou me infecta. 
Eu odeio manhãs barulhentas, levanto lenta demais para entender que eu não morri na noite anterior.
Minha boca está amarga, meu cérebro está vácuo eterno. 
Lâminas, facas, alfinetes, cigarros, isqueiros, drogas, pequenas imundices que pode invadir meu corpo. 
Não escute eles.
Você é um enorme pedaço de carne sem sentido.
Você corta, você tenta se purificar, mas sua podridão está espalhada  em cada canto do seu corpo.
Não adianta lavar, não adiantar esfregar.
Pobre garota morta...



1 de setembro de 2016

Flores de Setembro ( Desafio & Remédios )

Eu nunca gostei de fazer aniversário ( nem mesmo quando era criança ) porque o presente que eu queria deus nunca me dava. Depois de toda essa roda do universo, piorou. O que alegrou meu dia se chama Hina & Mandy. E claro, as borboletas do meu grupinho. << Obrigada!>> Em breve eu vou postar tudo o que ganhei tanta da Mandy, como Hina, entre outras. Me sinto uma garota de sorte, por ter algumas pessoas tão doces, na minha vida ( principalmente nesse momento ). 

Hoje eu encarei ônibus, trem, mêtro para ir até o metro saúde atrás dos remédios novos que o psiquiatra passou. Porque aqui na minha cidade eu gastaria uma fortuna, e lá eu tive muitos descontos. E confesso ... ( comprei gases, faixas, nebacetin, e bandagens ). Só não comprei lâminas novas, porque minha mãe ficou o tempo todo de olho em mim. Eu vivo numa montanha russa entre, elétrica, e tristeza profunda. Confesso que entre essas semanas atrás, ninguém me deixava ir no banheiro me cortar. Então me queimei com fosfóro ( apaguei ele na minha pele ). Não me orgulho, mas é o que tinha para hoje. Bem não vim só com novidades ruins... 
Hoje ínicia o desafio " I need to be Skinny " no meu grupo, com a ajuda das administradoras, conseguimos montar algo bacana. << Grupo esta Fechado>> Então hoje dia 01 iniciei uma dieta com elevações de calorias, aproveitar a bad e tentar manter. Desde a última postagem eu perdi por volta de 2 quilos, que óbviamente era líquidos. Mas vou me esforçar, fiz o calendário, e se eu completar os 30 dias posto tudo aqui. 
Eu tenho alguns textos para serem postados aqui... E andei até pensando em desloca-los para um blog apenas disso. Mas da muito trabalho, e estou crescendo aqui ( obrigada cada seguidor ). Então se vocês verem um texto diferente, ou é meu sentimento, ou é algo que eu absorve e coloquei em palavras. Enfim... Visitarei todos os blogs, entre hoje e a amanhã. ( Sinto falta de algumas pessoas, apareçam pessoas lindas... )