28 de dezembro de 2016

Carência e agradecimentos


Eu odeio me sentir carente. Não sei porquê, mas me da a sensação de pena, e isso é tóxico para mim. A verdade é que ninguém gosta de ter que pedir atenção. Geralmente nós esperamos a pessoa se tocar, eai sim vem a magia. Mas ando me sentindo muito carente >< 
Meus dias tem sido iguais, comer, andar, dormir e chorar as vezes. Os dias tem sido lentos, e totalmente sem  nenhuma coerência. Algumas bitucas de cigarro, orelhas doloridas e estomago roncado. Foi essa á vida que eu pedi? 
Uma novidade que eu não sei dizer se é boa ou ruim é que... Eu tenho 3 irmãos vivos, porque uma morreu a muitos anos atrás. Eu não tenho/ tinha muito contato com eles. Mas o segundo mais velho, começou a conversa comigo por um app. Marcamos um encontro na terça, mas tive que desmarcar. Então ficou para ele vir passar a virada do Ano novo comigo. Eu não sei muito o que pensar sobre isso. Esse irmão também é doente, então não sei como será a minha reação. Ou a reação dele quando souber que também tenho alguns probleminhas (rs). Ainda mais pelos meus braços serem tão marcados, e visível a qualquer um. Mas estou tentando pensar que isso pode ser uma coisa boa. Embora todas as minhas células dizem que não é! Eu não lido bem com mudanças, fico ansiosa, e agoniada esperando o dia chegar logo, e eu passar pela tal prova logo. 
Enfim, eu estou confusa, e cheia de duvidas sobre várias coisas. Mas as respostas não vem logo, o eu posso fazer é morrer esperando. Caso eu não venha aqui... Feliz Ano Novo á todos os meus seguidores, obrigada por ler, por me aconselhar, por me ajuda, por cada comentário que me deixaram. Se não fosse pela ajuda de vocês, talvez eu nem estaria aqui. Vocês são muito importantes pra mim. Que 2017 seja melhor para todos (as) nós!!! 

22 de dezembro de 2016

Sobre a dieta...


Está tudo bem, pela primeira vez não há ansiedade demais ou exageros nos planos. Me sinto mais leve, ainda não me pesei. Pois á balança é minha inimiga, e a comida é meu demônio pessoal. Mas tenho me mantido na linha. É perigoso começar dieta numa época tão tensa. mas não adianta mesmo, eu estaria de dieta de qualquer jeito. 
Hoje foi um teste mental! Minha mãe fazendo as coisas de natal, a cozinha cheira a chocolate, pavê, açucar, e um pouco de dor. Ela nunca passa natal comigo, já me acostumei a passar na casa dos outros pois ela sempre estava trabalhando. Estipulei uma quantidade de calorias para véspera, e o dia de natal. A parte boa é comida de natal não é tão gorda. Tirando as sobremesas, mas basta fugir e inventar qualquer dor, para as cobranças acabarem. Espero me sair bem, tanto quanto no dia da páscoa desse ano. A única coisa que ando pensando é em ser magra. Mas para isso, é necessário lutar contra a minha própria mente. 
Att.
Lua.


20 de dezembro de 2016

Desabafo -.-




Eu me fiz tantos planos, tantas juras, e nenhum deles fui fiel. Acabei os traindo, e jogando tudo na vala. O ano vai acabar e eu ainda não saí do lugar, é óbvio que não poderei me recuperar dos erros que cometi. Mas posso ameniza-los, não é? Ontem comecei uma dieta com mais 3 meninas, com sistema de pontuação, quem ganhar, ganha algum presente. Eu estou me esforçando para ganhar, além de perde peso. Me pergunto se vou me encher de planos em 2017 e fracassar em todos. Me sinto perdida, e não me encontro em nenhum lugar. São 3 da manhã, a mente está alta, a fome está batendo em minha porta. Não quero abrir! Não desta vez! A sensação de vazio é tão gostosa, vazia tempo desde a última vez que senti essa sensação.  É dolorida, mas é poética, me desculpem se não faz sentido para vocês. Mas para mim, faz todo e completo sentido. 
Minha última consulta com a psicóloga seria hoje, mas minha mãe pediu que eu desmarcasse. Ou seja, psiquiatra e psicológos, somente no mês de janeiro. Finalmente uma folga para o meu cérebro. Os remédios tem limitados meus sentimentos. Por vezes o tédio, e o rancor se juntam para fazer uma festinha na minha mente. As noites estão curtas, durmo pouco, descanso menos ainda. Não sinto vontade de escrever, nem desenhar, nem ler, e nem ver televisão. Eu queria dormir por dias, meses, talvez anos. Mas nem o sono me quer, estou a base de remédios até mesmo para insônia, mas a mente não para, não desliga. Será que se eu correr bem rápido e bater a cabeça na parede ela desliga? Essa é uma boa teoria para meu belo sonho de dormir para sempre << se bem que... 1. não sei se isso iria funcionar 2. e se eu ficasse viva e sentindo dor --' >> 
O natal está chegando, deveria ser uma data feliz. Mas para mim é apenas mais um dia do ano, eu não quero sair de casa, mas vou ser obrigada, pois estaria sozinha. E minha mãe não quer! >.> 
Vlw mãe!! 
Fingir ser feliz e normal, não é legal. Mas não podemos demonstrar fraqueza, se não os monstros te derrubam e te masgam feito moscas. Então todo mundo põe, suas roupas novas, usam suas melhores maquiagens, e fingem ser algo que não é. E cantam " então é natal " e enchem suas barriguinhas de Cheester, e farofa industrializada. Desculpem, pelas reclamações mas meus natais sempre foram assim. Fingir, fingir, fingir! Um ou outro quando eu podia, eu fugia e me empoleirava na minha cama, vendo as programações mortas da tv. Espero que em algum lugar deste mundo, o verdadeiro natal seja realmente comemorado. Sei que a morta aqui sou eu, e que neste mundo com bilhões de pessoas, deve ter alguém que comemore de coração estás épocas do ano. 
Enfim, essse é meu desabafo,,, Hoje passarei nos blogs de todas que atualizaram. E se eu não voltar a escrever está semana. Desejo de coração á todas um bom natal! Sem fingementos, pois para os meus poucos leitores eu desejo sempre o melhor! 
Att. 
Lua

18 de dezembro de 2016

♡ Dieta com as amigas ♡

Desde a minha última postagem não tem muito o que falar, a não ser sobre a dieta que vamos fazer. E sobre mais uma modificação corporal que fiz. ( é pois é ) Eu tenho: 1 piercing no umbigo; 1 piercing no nariz; 1 piercing na orelha esquerda (helix); 1 Transversal ( que as vezes uso dois furos sem conexão); 1piercing no trágus; E agora meu mais novo é no smile. Veja aqui . Tô in love com ele, <3 é um piercing muito, mas muito tranquilo de furar. Furei somente para não comer as coisas gordurosas que a família faz. 
A Mandy, teve a ideia de fazer uam dieta, super bacana. E mais 3 pessoas vai fazer a Sis ( Luna ), eu, e  a Ka.  A dieta é esta aqui AIT DIET só que está modificadaa nossa. Caso alguém queira ver, na próxima postagem eu coloco aqui. Sei que parece loucura começar uma dieta bem na semana do Natal, mas essa dieta cabe de uma maneira muito boa. E o importante é começar hoje, ao invés de deixar pra começar depois. Estou animada, ainda mais porque  vai ter prêminos, e eu quero ser a ganhadora ^^
Eu ainda estou triste com o que houve na terça feira. Mas minha psicologa falou que preciso aprender a lidar com raiva, a tristeza de certas situações. Ela disse para eu tentar fazer o exercícios de respiração. Minha próxima consulta é na terça feira, porém ela sairá de férias e vai voltar apenas dia 17 de Janeiro. Mas se disponibilizou em deixar o wpp, para caso tenha problemas na ausência dela. Ela tem sido bem atenciosa, e eu gosto disso. A única coisa que me resumi nesses últimos meses, e dias é eu estou tentando....

Att.
Lua

13 de dezembro de 2016

Alergia -.-

Hoje foi um dia bem difícil, acabei tendo uma discussão com a minha mãe. Chorei muito, mas depois nos acertamos. É difícil conviver com ela, e tipo, ela sabendo de quase tudo sobre mim. Porque eu posso acabar falando coisas que pode magoar ela, e eu não quero isso. 
Antes eu reprimia esses "sentimentos" ( emaranhados de sentimentos ) e descontava no meu corpo. Hoje eu choro, fico com mais ódio do que antes. Porque antes eu apenas chorava, e me cortava. Agora, eu choro e não me corto. E guardo, tudo ao invés de descontar na lâmina. Parece feio ( é feio ) mas a lâmina me dava uma sensação de conforto. Então.... 
" A lâmina se escondeu no bolso do meu pijama preto. Ela fez um, dois, três, quatro... ferozmente, mas não aponto de fazer aquele estrago " Quebrei meu processo de cura. Será que voltarei á fazer sempre? Espero que não! Mas não posso confiar em mim mesma, principalmente no meu subconsciente, isto é um fato verdadeiro. 
Hoje eu saí um pouco, não fui a psicóloga, remarquei pra quinta feira. Quando cheguei em casa, fiquei de cara com o que aconteceu. Há tempos eu notei que no lugar aonde fica minha aliança de casamento fica avermelhado, coça, e fica como uma queimadura. Achei que fosse alergia á ouro. Tirei a aliança por uns dias, e continuei usando a aliança de coco, e no mesmo lugar deu a tal alergia. Estou aflita pois, eu gosto de usar meus anéis, e minha aliança. E agora, dá nisso... (aff ;-; ) Alguém aí já teve isso? Ou conhece alguém? Ou já ouviram falar? Acho que terei de marcar dermatologista, para saber o porque estou com isso. Eu sei que sou alérgica a maioria dos produtos de limpeza de casa, como cândida, cloro, detergentes etc. Mas não sabia que estava tão crítico á esse ponto. :/ 
Enfim, por hoje é isto! Vejo que muita gente nova está aparecendo, deixem o link dos blogs de vocês.  Att. 
Lua


11 de dezembro de 2016

Modificando corpo & a mente


  • Comer as calorias que são permitidas.
  • Utilizar as calorias com sabedoria, exemplo: Pão sem miolo contém em médio 80/90 calorias, porém um fruta com 1 colher de aveia, é mais nutritivo e saudável do que um simples pão.
  • Exercícios para começar: caminhada 3 vezes na semana. 
  • Ler pelo menos 2 horas todos os dias.
  • Reeducar o paladar: Escolher alimentos que gosta, combinando com fibras, e muita paciência fazer o alimento parecer muito mais bonita do que um simples junk food. 
  • Escrever tudo sobre o que comer, o que fez, o que poderia ter mudado. 


Hoje eu fiz algumas anotações  na minha lousa, e eu acho que vai ajudar muito. Vou comprar um para a cozinha, e anotar lá. Lendo " A mudança..." eu percebi o descontrole dos meus objetivos. Vou ter de retomar tudo, mas desta vez com a ajuda da psicóloga eu consiga colocar meus planos em dia. E como dizem... Nunca é tarde para começar ou recomeçar.

9 de dezembro de 2016

Me indiquem livros !! ( foto )

Ontem enfrentei a hora de pico, tudo para ir no ginecologista. Aproveitei e fui andar ( já que a psicóloga quer que eu faça) naquele sol escaldante de sampa. parei numa livraria e comprei um livro e ganhei outro. Quero indicação de livros de auto ajuda, aposto que a Anita, Ana, A Madrinha deve ter indicações muito boas. 

Alguém já leu? Estava num preço muito bom na livraria, o azul por 20 pilas, e outro por 10. Minha mãe me deu um, e deixou uma mensagem no final. Achei fofo ela anda me dando tanta força, tem sido muito esse clima entre nós duas. << obrigada mãe >> Quando eu terminar de ler, falo sobre ele, mas sem spoiler né?! rs. 

Att.
Lua

8 de dezembro de 2016

Diet

A tragédia está feita, a depressão e meu próprio - eu- não me deixa terminar nada. Mas como todas as outras, não consigo desistir, simplesmente aceitar ser gordinha feliz. ( eu queria ) Mas não consigo! Estou a fazer ciclos de jejum. Come das 10 as 18 hrs, e depois ou antes não come nada. O plano continua, então vou associalar com os lfs. Começo hoje! Os jejuns eu já estava a fazer mas tive uma linda compulsão por chocotone. ( blé) Nem miar eu pude, porque se não....
Vou caminhar de 3 á 4 vezes na semana. Já que o psiquiatra, a psicóloga também querem que eu faça caminhadas diárias. Eu sei que mês de dezembro é horrível em relação á dieta, por isso dias 24/25 e 31/01 estão marcados como livre. 
Quero muito resultados novos, enquanto eu estiver viva lutarei por isso. A fome já esta batendo, então voltarei a dormir. Hoje a noite visto todos os blogs que foram atualizados na minha lista de leitura. 



7 de dezembro de 2016

Terapia (...)

Eu estava a ponto de explodir ( literalmente afinal estou uma bola ) mas minha psicóloga, é muito paciente. Lua isso, lua aquilo, lua bla bla bla. Eu me perdi em 10 ou 20 minutos mas eu consegui entender o que ela dizia.
Mentalmente eu dizia: Ok, isto é bom não é? Mas por dentro era: Fuja corra, mande está mulher a merda, e vá embora. Eu não tenho mais o que dizer, tudo está ao pedaços. Só digo que ainda estou aqui, porque precisa ter colhões, ou uma dose bem bonita de foda-se para acabar com tudo. Afinal, o esquema é morrer, e não ficar viva pra todos te julgarem. Pelo menos na minha cabeça desnorteada é isso né!? Agradeço os comentários, e a paciência de todos por lerem esse monte de lixo que escrevo. Afinal tem um anônimo, que me resumiu: lixo. Concordo com você anônimo! -.-

3 de dezembro de 2016

The end...

E.u. d.e.s.i.s.t.o. ! 
Estou cansada, estressada, fadigada, irritada (ada, ada) Sinceramente, hoje bebi 2 taças do melhor vinho espumante que já bebi. Se eu tomei meu remédio -1- sim. Se tomei alguns goles de caipirinha de morango sim. Se tomei o de crise sim, junto com o vinho, se  fiquei bad, sim, sim, sim. Eu me odeio, odeio tudo isto, estou farta. Eu era apenas Boderline, agora sou Esquizofrenica, e cada dia piora mais e mais. Queria uma faca, e corta qualquer parte do corpo. Talvez os olhos, porque assim só veria a escuridão. Pra mim, já chega! O que tinha que dar, deu, deu, não há mais esperança, CHEGAAAAA!

2 de dezembro de 2016

Esquizofrenia, paranóia, visão turva, fome...

Cá estou eu escrevendo palavras desconexa em meio uma crise. Queria relatar para vocês, uma crise leve na qual consigo "expor" minhas dores mentais, e físicas. Acordei as 2, com fortes dores de cabeça, tomar todos os comprimidos/ chamei a mãe e pedi um analgésico. Parada esperando ela vir, a televisão me mostra um "ser" que apelidei carinhosamente odiosamente de seres noturnos. Ligo a tv, e coloco em qualquer canal. Em um piscar de olhos eles estão atrás da porta me espiando. Minha mãe chega com meio copo de suco de soja de uva, e um comprimido de Enxaq ( melhor remédio para enxaqueca do mundo ). 
Pisco uma vez: minha mão está ensaguentada porque enfiei algo no pescoço da minha mãe. Alucinações. Pisco outra vez: O ser noturno tomou conta da cabeça dela, e tudo que vejo são nuvens negras como uma tempestade de verão. Alucinações. Pisco outra vez: Tudo some, e minha mãe sentada no "posto" dela, e eles na porta. Paranóia. Pisco outra vez: Tudo está tremendo, a casa, eu, a mente, a minha mãe, o quarto as borboletas que pintei meses atrás, nas quais desenhei as bocas costuradas, para elas não falarem. Paranóia. A barriga ronca, e diz "fome, fome, fome" em modo insistente, digo fodase mentalmente. Fome
Quinze cortes rentes ao pulso, se monstram arroxeados, e coçam. Foi ao limite, e voltei ao centro da lua desconcertada. Penso, fodase tudo, tudo, tudo, tudo, tudo, tudo, tudo, tudo, tudo, absolutamente toda as coisas deste mundo inerte e parasita. Eu simplesmente odeio tudo isso, e odeio o que sou, e o que me tornei, -- Ontem desisti do meu plano estou á começar/ comecei a fazer o plano desta dieta aqui. No próximo post ( se eu ainda existir) trago fotos das coisas que prometi. Desculpem, o texto totalmente desconexo.


Att.
Lua