28 de dezembro de 2016

Carência e agradecimentos


Eu odeio me sentir carente. Não sei porquê, mas me da a sensação de pena, e isso é tóxico para mim. A verdade é que ninguém gosta de ter que pedir atenção. Geralmente nós esperamos a pessoa se tocar, eai sim vem a magia. Mas ando me sentindo muito carente >< 
Meus dias tem sido iguais, comer, andar, dormir e chorar as vezes. Os dias tem sido lentos, e totalmente sem  nenhuma coerência. Algumas bitucas de cigarro, orelhas doloridas e estomago roncado. Foi essa á vida que eu pedi? 
Uma novidade que eu não sei dizer se é boa ou ruim é que... Eu tenho 3 irmãos vivos, porque uma morreu a muitos anos atrás. Eu não tenho/ tinha muito contato com eles. Mas o segundo mais velho, começou a conversa comigo por um app. Marcamos um encontro na terça, mas tive que desmarcar. Então ficou para ele vir passar a virada do Ano novo comigo. Eu não sei muito o que pensar sobre isso. Esse irmão também é doente, então não sei como será a minha reação. Ou a reação dele quando souber que também tenho alguns probleminhas (rs). Ainda mais pelos meus braços serem tão marcados, e visível a qualquer um. Mas estou tentando pensar que isso pode ser uma coisa boa. Embora todas as minhas células dizem que não é! Eu não lido bem com mudanças, fico ansiosa, e agoniada esperando o dia chegar logo, e eu passar pela tal prova logo. 
Enfim, eu estou confusa, e cheia de duvidas sobre várias coisas. Mas as respostas não vem logo, o eu posso fazer é morrer esperando. Caso eu não venha aqui... Feliz Ano Novo á todos os meus seguidores, obrigada por ler, por me aconselhar, por me ajuda, por cada comentário que me deixaram. Se não fosse pela ajuda de vocês, talvez eu nem estaria aqui. Vocês são muito importantes pra mim. Que 2017 seja melhor para todos (as) nós!!! 

13 comentários:

  1. Odeio me sentir carente e mendigar amizades. Mas isso faz parte de ser humano. Infelizmente todos temos momentos assim.
    Que legal ter irmaos, eu acho. Tenho dois que me odeiam, mas enfim. Espero que tudo corra bem no reencontro! Obrigada por na me esquecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jamais, passei no teu outros blogues amore <3

      Excluir
  2. Oi Lua!


    Já perdi amizades que eu considerava importantes ou essenciais, e passei por um período de luto, porque essas pessoas -mesmo ainda vivas- morreram ou se fazem de mortas em relação a minha existência, é triste, mas é a realidade.
    Penso que em um mundo com 7 bilhões de pessoas é irracional implorar pelo afeto de alguém, mas eu já fiz isso, e não obtive nem resposta, minha dignidade foi para o tietê, não recomendo.

    Irmãos eu tenho um bocado, por parte de mãe e pai, não sei o nome de nenhum deles, nem quanto são no total, nem o sexo deles, e nem quero saber, estou grande demais para me iludir e velha demais para arrumar sarna para me coçar.

    Laços de sangue não significam laços de amor.
    Se for para compartilhar a minha vida com uma família, que esta seja feita por meus amigos que gostam da minha pessoa por livre e espontânea vontade.


    Feliz 2017 :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, laços de sangue não são laços de amor. Nunca vi uma frase que fez tanto sentido, quanto esta!
      A verdade que é que acostumei a não ter irmãos. E ai do nada aparece assim, me deixa meio deslocada. Mas até que gosto deste, não sei se o sentimento é recíproco, mas.... Sinceramente minha cabeça não da muito certo com tantas pessoas. ><
      Feliz 2017, pra ti <3

      Excluir
  3. Oi Lua

    Prazer conhecê-la (começando a acompanhar suas postagens)
    Também sou Ana e Mia (começando meu blog agora, apesar da época tensa), desejo que você tenha um feliz Ano Novo com o seu irmão.

    Talvez ele possa te apoiar já que os dois tem alguns problemas (apesar de que hoje em dia até os que parecem normais tem).

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prazer, Kitty seja bem vinda !
      É verdade!! :/

      Beijos :*

      Excluir
  4. Sei la sobre fazer amizades sobre parentes viu, eles podem ser 10x mais críticos, só por causa do laço de sangue, e achar que senso assim estão cuidando de você... Mas pode ser bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi muito bom, farei um post sobre isso ... :)

      Excluir
  5. Me identifiquei profundamente com algumas coisas que a Anita disse, até mesmo a parte familiar, meu Deus!

    Bem, e o que dizer mais sobre essa publicação? Me fez um momento de reflexão, acho que a minha carência nunca me prejudicou tanto como neste ano, fiz coisas que já mais fazeria, que também me arrependo, como também espero não voltar a cometer nunca mais, e falando em ano novo, nada melhor que um novo mesmo, tudo que mais preciso no momento, por que 2016 já deu, que em 2017 eu não deixe minha carência subir a cabeça, como subiu em 2016. Um maravilho 2017, amiga Lua, por que você merece!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alew....
      Anw. A Anitta falou coisas muito verdadeiras. ><

      Anw, você também meu amor!! <3

      Excluir
  6. A carência as vezes passa dos limites né, mas isso acontece com todo mundo, infelizmente :(
    Feliz 2017 *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente mesmo Sally :s

      Feliz 2017 <3

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Gentiliza gera gentileza, por favor respeite meu diário. Deixei seu nome e o do seu blog, que lhe faço uma visita assim que puder.
Obrigada <3