12 de fevereiro de 2017

Palavras na minha pele

Sou uma mistura de erros, com pitadas de insanidade. Em meus pesadelos, sou perseguida dentro de uma floresta escura. Aonde o medo e a dor, fica tão pesado sobre o ar, que não consigo respirar. Logo sou transportada para uma terra de mar e mel, aonde a vida nos traz beleza. Mas num piscar de olhos, estou no chão de um banheiro público e sujo, eu estou sangrando sozinha. A sujeira, a lâmina, a loucura, tudo está no mesmo lugar. Minhas coxas descrevem o quanto eu tentei retirar a dor de dentro de mim. As unhas manchadas de sangue, a lâmina, e a famosa  tremedeira. Muitos deles estão tortos, deslinhados, alguns parecem arranhos de gatos nervosos. Outro são como aqueles ferros quentes que marcam bois. Eu não sei dizer quando enlouqueci, quando perdi o que tentei construir. Eu, uma garrafa de vodka, um coração doente, e um brilho cor de prata na gaveta do meu marido. Eu estava no fundo do poço, mas minha mente dizia: - Foda.se você está aqui, porque não se matar desse jeito. A primeira vez a gente nunca esquece, não é poético. Longe de mim glamurizar a auto- agressão... É doloroso, é triste, por muitas vezes me senti pena de mim. Mas logo eu estava a cortar a maldade de dentro de mim. Dois mil e quartoze foi o pior ano em relação á auto- agressão, passei dias semanas, meses, me cortando. Porque, você quer saber? Não sei. Por vezes eu chorei, por vezes eu implorei para que deus me matasse, por vocês pensei em quebrar um espelho e abrir um buraco no peito, só pra saber se eu ainda tinha um coração alí. Já me machuquei chorando, já me machuquei dando risada. Já me machuquei sem esboçar nenhuma reação. Por fim, entendi que eu não tenho dó de mim. Não sou capaz de machucar ninguém. Mas sou capaz de cortar um pedaço de mim, e da para os cães comerem. 
Sou uma doença, um carma, uma ferida, um vírus, sou uma coisa ruim que quando chega destrói tudo que toca.


19 comentários:

  1. Lua vc é uma princesa com sensibilidade e talento artísticos como nunca vi igual, eu fico muito triste qdo vc fala mal de si mesma. Não se culpe pelos males do mundo. Você não merece esse tanto de sofrimento e punição!! Está tudo bem, lembre-se, vai ficar tudo bem, há outras formas de resolver, vamos pensar juntas em algo que melhore nossas vidas. :* amo muito seus textos, você tem um jeito único de se expressar em palavras!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Drella, queria poder escrever coisas alegres. Ou coisas mais necessárias, e edificantes, mas infelizmente só sei escrever sobre a dor.

      Excluir
  2. Eu discordo!
    Você disse que não é poético e bem, a situação em si pode não ser, mas e quanto a esse texto maravilhoso?
    Lua, eu poderia te aconselhar a procurar uma igreja e fazer orações pra que tudo fique melhor, mas quer saber a verdade? Eu não acredito mais nisso!
    Só posso dizer é que mesmo estando distante na maioria das vezes, eu posso oferecer um ombro amigo e dizer que seus pensamentos estão completamente e definitivamente equivocados!

    Você é uma boa garota!

    Me perdoe por ser uma madrinha desnaturada, e obrigada por sua amizade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que começo a acreditar no mesmo que você. Isso significa que minha fé está morrendo? Não sei bem como opinar sobre isso.
      Beijos, eu que agradeço!

      Excluir
  3. texto lindo, mas triste, cheio de dor e sinceridade. Todos nós passamos por fases complicadas, todos nós temos um lado irracional, um lado negro que nos leva ao abismo.
    Enquanto uns depositam essa dor em outros, há quem, como tu, se vire contra si mesmo.
    Espero que em breve te consigas encontrar, perdoar e amar. Até lá, se forte!
    <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero, seja bem vinda Capri.

      Excluir
  4. Nossa, palavras profundas, você descreveu bem a sua dor.
    Acho que precisa aprender a gostar um pouco mais de você. Talvez ajude pensar se você não fosse você, mas você fosse outra garota e você fosse outra pessoa olhando para ela, como você a trataria? Já pensou nisso?

    Confuso eu sei, então vou colocar de uma forma melhor. E se uma outra garota, que poderia ser eu, ou alguma amiga que você goste muito se tratasse assim, agisse assim consigo mesma, o que você diria para ela? Então agora imagina que ela é você.

    Sei lá, talvez isso possa ser uma boa reflexão, não acho que isso vá te fazer parar ou solucionar, mas é sempre bom pensar a respeito. Aqui não buscamos soluções, apenas nos abrir sem sermos julgadas.

    2014 também foi um ano muito tenso pra mim, não gosto nem de lembrar, só teve uma coisa de bom naquele ano rs

    Kisses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que 2017 seja um ano de menos sofrimento para nós. Kitty!

      Excluir
  5. Lua,

    Você é importante. Você vale a pena.
    Sei que as vezes sentimos uma dor dentro de nós tao grande que não suportamos e precisamos fazer ela escapar por fora, precisamos sentir por fora. Na pele. Traz um alívio estranho... Mas não vale a pena. O que vale a pena é sua vida.
    Vou repetir: Você é importante. E não precisa de pena de ninguém, nem de você mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Linnah, palavras muito importante!

      Excluir
  6. Oh! Lua, isso foi tão forte que um nó me surgiu na garganta, sinta-se abraçada, pois um abraço era o que eu mais queria te dar nesse momento. Como não sei usar palavras bonitas para consolar ninguém, só te digo uma coisa, continue lutando, muitos conseguiram vencer, você também pode .

    Se cuida, um grande abraço <3

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lua! ♥
    Vou reformular sua última frase, posso? Aqui vai: " Tenho tido que lidar com uma doença, um carma, um vírus, uma coisa ruim que vem tentando me destruir." Certo, frase reformulada!
    Às vezes nós passamos tanto tempo sofrendo, que chegamos a não conseguir diferenciar o sofrimento da pessoa que nós somos. Pois bem, estou aqui para te lembrar de que você não é a sua dor. Ela é real, te fere, e você tem lutado muito, mas ela não é você.
    A Lua é uma amiga doce, gentil. É uma garota forte, inteligente, criativa e talentosa. Sei que é uma esposa e filha carinhosa e esforçada.
    Falando por mim, sei que um transtorno psicológico pode trazer muitas coisas ruins à tona, mas lembre-se que você é uma pessoa, uma alma, e que não importa quanta coisa ruim esteja ao redor, há luz e poder dentro de ti.
    Automutilação é realmente horrível, depois da primeira vez parece que tudo se acelera, e descemos cada vez mais rápido. É um vício, e acho que só quem vivencia consegue compreender. Torço para que aos poucos você se liberte disso, de tudo isso.
    Um abraço, e cuide-se, você é especial, Lua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anw, Ana mais que dignissima! <3
      Saudades!

      Excluir
  8. Moça sou eu a coisa ruim que destroi tudo que toca não sirvo pra nada a não ser pra deixar o planeta mais pesado huehehu

    ResponderExcluir
  9. Afilhadaaaaaaa!!!
    O que você estava tentando fazer? Acabar com esse velho coração de sua madrinha?
    Não me desapareça mais desse jeito sem me dar uma boa explicação, estamos entendidas?

    Ps: me manda seu contato por email, seu número, quero dizer.
    Eu realmente preciso. E a Ana Alves anda muito preocupada com você. Procura o email dela no blog e escreve pra ela. Eu te imploro!

    ResponderExcluir
  10. me sinto um tanto culpada em ver beleza na sua dor, mas é bonito, de um modo sombrio, como um corpo de uma menina bonita... e morta... mas é bonito...

    ResponderExcluir

Gentiliza gera gentileza, por favor respeite meu diário. Deixei seu nome e o do seu blog, que lhe faço uma visita assim que puder.
Obrigada <3