2 de abril de 2017

Ana


A comida se arrasta na minha garganta. Eu não sinto gosto, a vontade que tenho é de por tudo pra fora. Nada faz sentido pra mim, a luta diária é cansativa, mas quero resultados. Quero não ligar pra você quando a ansiedade vier (comida). Quero ser tão vazia, e limpa por dentro, que as borboletas se acomodaram com conforto nas minhas entranhas. Quero poder dizer " eu consegui " quero poder chorar de felicidade por esta cada dia mais perto. Quero poder sentir suas unhas me rasgarem de dentro para fora. Quero sentir você renascer, viver, morar, tornar de mim um lar das suas loucuras. Eu sei que com o tempo você vai correr nas minhas veias mortas. Vai torna-la vermelho vivo! Sei que podemos ser uma só, eu te aceito e você me aceita. Somos o bem e o mal, o mal e o bem ao mesmo tempo. Sem pudores, sem fingimento, apenas eu e você. Lutando, cavando o mais profundo que puder, eu saberei a hora de parar. Vai ser lindo, como uma bela de casamento. Somente eu e você lutando contra os monstros. Não me acorde agora, não me devore agora, ainda não estou magra o suficiente, ainda não estou pronta para recebe-la. Mas em breve estarei, e me entregarei totalmente há você.

14 comentários:

  1. Oi Lua.
    Puxa, queria ter mais tempo para atualizar o blog como você!
    Estou passando mais para lhe dar um feedback. Estou seguindo aquele seu programa, alguns dias comendo bem menos ou nada, outros passando um pouquinho e adivinha? Perdi 3 kg!! Estou muito feliz :3
    Adoro esse vazio que você descreve. "Quero ser tão vazia, e limpa por dentro, que as borboletas se acomodaram com conforto nas minhas entranhas. Quero poder dizer " eu consegui " "

    ResponderExcluir
  2. Olá M.L.T ...
    rs, deixo alguns textos prontos as vezes. OMG, super parabéns!! o//
    Anw, obrigada viu.

    Volte mais vezes ^^

    ResponderExcluir
  3. na minha epoca de mia mais forte eu lembro de sentir isso, se eu comia meu corpo parecia que queria expulsar a comida, eu sentia meu estomago querendo colocar tudo para fora... Velhos tempos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe essa era de ouro não volte...

      Excluir
    2. o ideal era eu me encontrar na ana
      lembro que eu estava um passo de me viciar em auto punição... complicado...

      Excluir
    3. Eu uso auto punição, infelizmente esse caminho é tortuoso demais. ><
      Hoje em dia carrego um elástico roxo, escrito controle nele. Não tiro por nada! Quando vou comer algo que não puxo ele até o último, e solto, chega ficar roxo. Lua, se auto destruindo de novo.

      Excluir
    4. Fica hematona ( as vezes ) vermelho outras meio roxo, com uma leve altura sabe? Saí sim...

      Excluir
  4. "Quero sentir você renascer, viver, morar, tornar de mim um lar das suas loucuras"
    Quero a mesma coisa agr, acho q nunca quis tanto isso :( isso é mal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito mal... >..<

      Eu faço texto porém sei que não está certo sentir isso, deveria pedir ajuda.

      Excluir
  5. Linnnnnddoooo texto! Que todo esse autocontrole reino sobre nós e não nos largue mais! É bom lermos textos assim, pra não deixarmos a peteca cair! 💪💪💪

    ResponderExcluir
  6. "Quero ser tão vazia, e limpa por dentro, que as borboletas se acomodaram com conforto nas minhas entranhas."
    Amei essa frase Lua, ela expressa muito do que eu sinto. E quando bate o desânimo, lembro que atingir a perfeição que tanto almejo não é coisa fácil!
    Seus textos são sempre incriveis!! Super inspiradores e mantém acesa a chama da determinação!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anw, que comentário mais lindo *-----*
      Babei arco íris agora!!

      Excluir

Gentiliza gera gentileza, por favor respeite meu diário. Deixei seu nome e o do seu blog, que lhe faço uma visita assim que puder.
Obrigada <3